Loulé transforma Casa dos Cantoneiros em sede da Proteção Civil

  • Print Icon

Loulé transforma Casa dos Cantoneiros em sede da Proteção Civil. Investimento ascende aos 350 mil euros.

A Câmara Municipal de Loulé vai proceder à remodelação e ampliação da antiga Casa dos Cantoneiros no Vale Maria Dias, freguesia de Salir, para aí instalar a base de um destacamento da Proteção Civil no interior – Unidade Avançada de Proteção Civil Municipal, em plena Serra do Caldeirão, uma das zonas mais sensíveis da região em termos de incêndios florestais.

Pretende-se, assim, reunir neste espaço várias valências como a operacionalização de um Posto de Comando, apoio logístico para operações de Proteção Civil, sede dos sapadores florestais, espaço para formação no âmbito da defesa da floresta contra incêndios e abrigo temporário à população no caso, por exemplo, de um incêndio florestal que resulte em desalojados.

Os trabalhos de remodelação e ampliação incluem a substituição integral da estrutura de cobertura do edifício existente, a remodelação interna para criação dos vários espaços de trabalho, construção de edifício anexo para balneários e arrumos, bem como arranjos exteriores no terreno envolvente.

O custo estimado da intervenção é de 350000 euros (acrescido de IVA à taxa legal em vigor). Prevê-se que a obra seja executada em oito meses.

Recorde-se que, ao longo das últimas décadas, a vasta área florestal da Serra do Caldeirão tem sido fustigada por incêndios que têm destruído parte daquele património natural do Algarve.

Assim, considerando a localização estratégica deste edifício, o investimento para a sua adaptação enquadra-se no âmbito das medidas de planeamento e prevenção dos incêndios florestais adotadas pela Câmara Municipal de Loulé, com o objetivo de garantir maior e melhores condições de segurança às populações do concelho e a este território natural, mas também aos agentes da proteção civil que aqui atuam.