Sindicato da Hotelaria realiza assembleia aberta aos sócios

  • Print Icon

O Sindicato da Hotelaria do Algarve vai realizar, na quarta-feira, dia 29 de maio, às 15 horas, na sua sede em Faro, «uma assembleia de delegados aberta à participação de todos os seus associados, com o objectivo de aprofundar a análise e reflexão sobre a situação económica e social no sector do turismo no Algarve, sobre as medidas a adotar no plano do reforço da organização de base nos locais de trabalho, bem como em relação ao desenvolvimento da luta dos trabalhadores do sector da hotelaria e restauração, em defesa de melhores salários e melhores condições de trabalho e de vida», segundo informa em nota enviada à imprensa.

O Sindicato está a apelar aos sócios para participarem e ajudarem na reflexão colectiva sobre a vida presente e futura de quem trabalha neste sector, «que se vê confrontado com a diminuição dos rendimentos e do poder de compra por via da política de contenção salarial levada a cabo pelo patronato com a ajuda dos sucessivos governos, o não pagamento das horas extra e feriados, a generalização da precariedade, o aumento da penosidade dos ritmos de trabalho e das situações de assédio e tortura psicológica, a desregulação dos horários e o aumento das jornadas de trabalho, a falta de atuação eficaz da Autoridade para as Condições do Trabalho (ATC), a demora da justiça, entre outras situações que estão a tornar o sector cada vez menos apelativo para os trabalhadores».

«Com a atual situação que se está a viver no sector do turismo não admira que as empresas estejam a ter dificuldade em assegurar a mão de obra necessária. O problema não é a falta de mão de obra. O problema são as condições salariais e de trabalho que não permitem uma vida digna para os trabalhadores, mas que estão a assegurar o grande crescimento dos lucros para os patrões e grandes grupos económicos nacionais e estrangeiros ligados ao turismo», lê-se na nota enviada à imprensa.