PAN Albufeira denuncia lixeiras na ligação à Via Algarviana

  • Print Icon

O PAN denuncia lixeira a céu aberto no percurso pedestre que liga Albufeira à Via Algarviana, solicitando às entidades responsáveis a sua limpeza imediata bem como a fiscalização e manutenção do percurso.

A ligação 7 (Albufeira – Alte), que liga o município de Albufeira à Via Algarviana foi inaugurada em 2017 e segundo o município, este passava a ser um dos 12 concelhos algarvios a integrar a Via Algarviana através de um Percurso Pedestre e Ciclável com início no Posto Municipal de Turismo de Albufeira, rumo a Ferreiras, Paderne e terminando na Ribeira de Alte.

O investimento, na ordem dos 35 mil euros, incluiu a aquisição de uma bicicleta todo-o-terreno direcionada ao turismo adaptado, colocando Albufeira, assim, na rota do pedestrianismo a nível regional.

No início de maio de 2019, o município faz menção aos mais de 40 mil caminhantes que fizeram os percursos pedestres em Albufeira, referindo-se a esta ligação como «um dos grandes desafios para os tempos livres, com aposta ganha no conhecimento em matéria de biologia, fauna, flora, geografia e todas as áreas que digam respeito à Natureza»

O PAN Albufeira «verificou um atentado ambiental ao fazer o percurso de ligação à Via Algarviana, que deveria assumir-se como um atrativo para os amantes de caminhadas e da natureza. No trajeto de Albufeira para Paderne o partido encontrou lixeiras a céu aberto, despejos ilegais, acampamentos clandestinos e marcações derrubadas».

«Num momento em que se focaliza a atenção mundial para a problemática do lixo, do plástico, das alterações climáticas e do impacto ambiental do ser humano, não se compreende a ausência de manutenção deste percurso que foi visto como uma atração turística na busca da redução da sazonalidade potenciado o turismo de natureza para atrair o turista que gosta, protege e respeita a natureza», lamenta a concelhia do partido.

«Acreditando que as questões ambientais são uma preocupação de todos e uma prioridade para quem governa», o PAN solicitou às entidades competentes para que procedam à limpeza dos terrenos em questão.

O PAN também sugeriu «a implementação de alguns métodos preventivos, de forma a que estas situações sejam acauteladas e minimizadas. Entre as diversas sugestões realçamos a importância do aumento da vigilância no local, uma maior fiscalização, manutenção regular, sistemas de videovigilância e aplicação de coimas».

Apesar das situações verificadas, o PAN de Albufeira c«onvida todos os algarvios e visitantes a conhecerem este troço e desafiamos para que todos juntos possamos ajudar a diminuir a sazonalidade criando novos atrativos turísticos com grande enfoque no respeito pela natureza».