Bruno Mourão Martins é cabeça de lista da Iniciativa Liberal por Faro

  • Print Icon

Bruno Mourão Martins é o cabeça de lista do partido Iniciativa Liberal por Faro às Eleições Legislativas.  

Com 41 anos e cerca de 25 anos de experiência profissional, Bruno Mourão Martins conta no seu curriculum com experiências profissionais em empresas nacionais e multinacionais, dividindo o seu percurso profissional entre as áreas de tecnologias de informação e a gestão.

Atualmente desempenha funções de gestão em empresas de investimento. Nos últimos anos, entre outras funções, assumiu a liderança de projetos na área do desenvolvimento regional com foco no Algarve, e com destaque para o combate à desertificação do território.

Trabalhou a implementação de medidas ligadas às economias locais e regionais, sobretudo localidades fora das áreas metropolitanas, pela identificação de carências e necessidades, e sua supressão pela criação de condições sócio/económicas, e infraestruturas e serviços necessários às populações. É membro da Comissão Executiva do partido Iniciativa Liberal.

Bruno Mourão Martins afirma que «aliado aos problemas de falta de pessoas e de oportunidades que o interior de Portugal costuma ter, o Algarve tem um problema adicional que dificulta todo o processo de desenvolvimento. A sazonalidade da economia. O resto do país, habitua-se a olhar para o Algarve nos meses de Verão, e a esquecer durante o resto do ano. A Assembleia da República não é diferente e os interesses dos algarvios e os interesses da região são sempre lembrados apenas quando lá se passa férias, mas a partir de setembro e outubro tudo se esquece».

Carlos Guimarães Pinto, líder do partido, considera que «estamos muito orgulhosos, motivados e agradecidos com a qualidade de pessoas que aceitaram o desafio de serem candidatos nestas que serão as primeiras legislativas a que a Iniciativa Liberal concorre».

«Numa altura em que a política tem tanta dificuldade em atrair quadros de qualidade, é um privilégio poder contar com tantas pessoas deste calibre na primeira vez que vamos a eleições», acrescentando que «estamos igualmente satisfeitos por estarem em linha com o perfil desejado inicialmente, de pessoas com visão e pensamento liberal assumidos, com muito para dar à política e que não dependem dela».

Redução da Carga Fiscal, Descentralização e Liberdade de Escolha são os eixos que orientam as propostas que o partido Iniciativa Liberal irá apresentar durante a campanha.

A Iniciativa Liberal concorre pela primeira vez às Eleições Legislativas e cumpre o objectivo de apresentar listas em todos os círculos, mostrando-se como um verdadeiro partido nacional.

A principal missão do partido Iniciativa Liberal é a defesa do indivíduo. Desde a sua fundação, aceite pelo Tribunal Constitucional a 13 de Dezembro de 2017, que se apresenta na defesa das ideias liberais e da consolidação das mesmas a nível nacional.