BE Albufeira quer distribuição de kits de higiene feminina nas escolas

  • Print Icon

Recomendação do Bloco de Esquerda (BE) que pede o acesso gratuito a produtos de higiene íntima feminina nas escolas do concelho foi aprovada em Assembleia Municipal de Albufeira.

A recomendação que pede o início de um plano de distribuição de pensos higiénicos e tampões em escolas do município de Albufeira foi aprovada por maioria no dia 15 de maio, com abstenção do PSD e da CDU.

O Bloco de Esquerda sublinha que «a menstruação não é uma opção para as mulheres», e que, para colmatar essa desigualdade entre géneros, deve o o município de Albufeira iniciar um programa de distribuição gratuita de caixas de pensos higiénicos e tampões nas escolas EB 2/3 e secundárias do concelho.

A recomendação cita um programa-piloto do governo escocês, iniciado em 2017, que já foi expandido por duas vezes, alargando os pontos de distribuição a bibliotecas e espaços públicos de lazer dos municípios incluídos no programa.

«Com a crise que vai seguir esta pandemia, vai haver uma realidade económica muito diferente nas famílias em Albufeira. Devem-se então tornar disponíveis esses produtos a todas as alunas do concelho», afirmou o deputado na sessão ordinária do passado dia 14 de maio, referindo-se às famílias com dificuldades económicas que poderão não ter capacidade económica para a compra destes produtos essenciais.

O BE lamenta ainda as declarações feitas durante a sessão da Assembleia Municipal sobre o ponto, e aproveita para esclarecer que «infelizmente, a pobreza menstrual é real. Muitas jovens iniciam o seu período menstrual ainda durante o 1° ciclo, ao contrário do que foi sugerido pelo PSD».