Vamos viajar pela Europa?

  • Print Icon

A pertença ao Espaço Schengen – e a liberdade de circulação entre vários países europeus sem precisar de um passaporte – é tida como uma das principais vantagens da União Europeia. O facto de podermos viajar por vários países europeus sem sermos parados na fronteira é algo que, para a minha geração, foi inovador. Ainda assim, os europeus mais jovens já não conhecem outra realidade. Hoje, todas estas viagens são muito mais fáceis. Mas isso não significa que possamos desvalorizar esta conquista. Cabe-nos, então, na Comissão Europeia, impulsionar mais viagens e mais descoberta pela Europa. Para que valorizemos aquilo que a Europa nos trouxe.

Foi assim que nasceu o Road Trip Project. Em 2018, sob o lema «4 percursos, 12 mil quilómetros, uma Europa», oito jovens participantes deste projeto foram agrupados em grupos de dois. Depois, aos pares, foi-lhes atribuído um percurso que tinham de explorar. Ao longo da sua viagem, estes jovens europeus não só tiveram a oportunidade de conhecer de perto as mais diversas localidades dos países pelos quais passaram: também puderam visitar 40 projetos que receberam financiamento europeu. Com a ajuda de habitantes e personalidades locais, ficaram ainda a conhecer a história e os costumes relacionados com os sítios por onde viajaram.

Portugal foi o ponto de partida para um dos percursos, «Rota Atlântica», que terminou numa viagem inesquecível até à Holanda. Durante a sua breve visita ao nosso país, Yldau e Fabian ‑ os dois jovens viajantes ‑ destacaram as suas visitas ao Cabo da Roca, à Universidade de Coimbra e às muralhas de Chaves.

Este projeto foi desenvolvido pela Direção-Geral da Política Regional e Urbana da Comissão Europeia. O propósito foi o de promover as várias regiões que integram a União Europeia através de um formato que seria apelativo para esta nova geração de europeus. Mas esta viagem não valeu só pelos percursos percorridos por estes oito jovens. Ao relatarem as suas experiências nas redes sociais – através do Facebook, do Instagram e do YouTube, estes jovens conseguiram transmitir as suas mensagens para mais de 30 milhões de pessoas e, assim, incentivar outros jovens como eles a explorar a Europa.

As viagens do Road Trip Project já acabaram, mas o que estes oito aprenderam e o que viveram nas suas viagens promete inspirar muitas mais pessoas. Depois de visitar 24 países europeus diferentes, os jovens compilaram as suas melhores experiências no site do projeto sob o título “99 coisas para fazer na Europa”. Este verdadeiro guia turístico europeu apresenta opções para todos os gostos: aprender a dançar a valsa vienense na Áustria, explorar o famoso rio Danúbio na Eslováquia ou ainda visitar a universidade mais antiga do mundo em Itália.

Viajar aproxima-nos uns dos outros. O contacto com novas realidades, pessoas diferentes e costumes de outros países potencia o nosso enriquecimento humano. Permite-nos adquirir competências e ser mais tolerantes para com os outros. No Road Trip Project só participaram oito jovens, mas o testemunho que eles nos deixaram vai, certamente, potenciar muitas novas viagens pela Europa e um maior conhecimento da realidade dos outros países da União Europeia. As sugestões estão feitas e os percursos estão traçados. Falta comprar os bilhetes, preparar a mala, e fazermo-nos à estrada!

Sofia Colares Alves, Chefe de Representação da Comissão Europeia em Portugal