Portimão dinamiza ação de prevenção do VIH/SIDA no Dia Internacional do Preservativo

  • Print Icon

O Dia Internacional do Preservativo assinala-se amanhã, dia 13 de fevereiro, quarta-feira. Portimão, como uma das 10 cidades signatárias da Declaração de Paris, é uma das «Fast Track Cities» (Cidades na Via Rápida) para eliminar o VIH, comprometendo-se a, até 2020, acelerar a sua resposta local à infeção por VIH e por vírus da hepatite, com vista a eliminar essas infeções enquanto problemas de saúde pública.

Nesse âmbito, irá dinamizar uma ação de prevenção e sensibilização junto da comunidade, em articulação com a Direção-Geral da Saúde e numa parceria com o Movimento de Apoio à Problemática da Sida (MAPS).

A ação irá decorrer durante a manhã na zona do centro da cidade, a partir das 10h00, «com o objetivo de distribuir material informativo e preventivo junto dos transeuntes». Será feita também uma sensibilização para o uso do preservativo em todas as práticas sexuais, e não podia faltar a informação sobre as formas de transmissão e prevenção do VIH/SIDA e outras infeções sexualmente transmissíveis.

O MAPS é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, de utilidade pública, em funcionamento desde 1992 que abrange todo o Algarve. Com delegação em Portimão e importante parceiro do município, o MAPS «tem por missão desenvolver, fomentar e assegurar a prestação de serviços à comunidade, no âmbito das problemáticas do VIH/SIDA, sexualidade, dependências, sem-abrigo, migrantes, minorias étnicas, grupos discriminados e outras problemáticas de emergência social, contribuindo para o tratamento, desenvolvimento, integração e inserção social, prevenção e sensibilização para as problemáticas de intervenção, bem como, a formação e valorização humana, de modo a transmitir os seus valores aos que consigo se envolvem».

O Dia Internacional do Preservativo é celebrado desde 2008, por iniciativa da AIDS Health Care Foundation. A Direção Geral de Saúde, através dos Programas Nacionais Prioritários de Saúde nas áreas da infeção por VIH/SIDA e das Hepatites Virais, da Divisão de Saúde Sexual, Reprodutiva, Infantil e Juvenil, e da Divisão de Literacia, Saúde e Bem-Estar, pretende assinalar a nível nacional esta data com o objetivo de «lembrar a importância do preservativo enquanto medida de prevenção de infeções sexualmente transmissíveis e gravidezes não desejadas».