UAlg reforça internacionalização com três projetos Erasmus Mundus

  • Print Icon

Projetos representam mais de 10 milhões de euros de investimento financiado.

A Universidade do Algarve (UAlg) viu aprovados três projetos submetidos no início de 2020 à Agência Europeia (Education, Audiovisual and Culture Executive Agency) que este ano aprovou 40 das 100 candidaturas recebidas. De realçar que, dos 40 novos cursos aprovados, quatro são coordenados por Instituições de Ensino Portuguesas, sendo que dois são inteiramente liderados pela UAlg.

No âmbito do Programa Erasmus , a Ação 2 (KA2) inclui os Mestrados Conjuntos Erasmus Mundus onde se integram projetos concebidos e implementados por Consórcios de Instituições de Ensino Superior, de qualidade académica excecional, selecionados pela Comissão Europeia enquanto exemplos de excelência do Ensino Superior Europeu.

A UAlg coordena, a partir da Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT), o Erasmus Mundus Master Course in Chemical Innovation and Regulation (Inovação Química) e o Erasmus Mundus Master Course in Applied Ecohydrology (Ecohidrologia Aplicada), sendo parceira no Erasmus Mundus International Master of Science in Marine Biological Resource (Recursos Biológicos Marinhos).

Líder e pioneira em Portugal na coordenação de Programas Conjuntos de Mestrados Erasmus Mundus desde 2004, a academia algarvia volta a destacar-se no plano nacional pela criatividade e liderança neste tipo de programa, contribuindo para a criação e construção de um espaço europeu de ensino superior de excelência. Para cada projeto, o valor máximo de financiamento a atribuir será 4424000,00 euros.

A aprovação dos três projetos, que representa mais de 10 milhões de euros de investimento financiado, apresenta-se como «uma forte aposta na internacionalização, na educação inclusiva e no desenvolvimento de redes, projetos e investigações internacionais em colaboração».

A experiência adquirida pela instituição na gestão de projetos KA2 Erasmus ao longo do tempo, demonstra que o trabalho desenvolvido com parceiros internacionais tem um papel determinante na visibilidade internacional da instituição e no seu desenvolvimento.

O envolvimento em programas de ensino e investigação conjuntos tem contribuído para uma crescente captação de estudantes investigadores e docentes internacionais, constituindo uma certificação da qualidade da instituição.

Paralelamente, através da aposta nas parcerias para a inovação e o intercâmbio de boas práticas, procura-se incrementar a relação entre o ensino, a investigação e o meio empresarial e a resolução de problemas práticos das comunidades.