Jogo do Moinho volta para divertir e ensinar crianças de Olhão

  • Print Icon

O Museu Municipal de Olhão – Edifício do Compromisso Marítimo, no âmbito do seu Projeto de Educação para o Património, tem vindo a desenvolver ao longo deste ano letivo, junto das escolas do concelho, uma atividade que pretende ensinar aos alunos do 3º ano o Jogo do Moinho, um entretenimento que remonta à ocupação árabe mas que tem caído em desuso.

O objetivo desta atividade é, de forma lúdica, «divulgar o património cultural existente na região e, gradualmente, desconstruir a ideia que o público jovem têm dos espaços museológicos».

Através de um jogo de tabuleiro, é promovida «a concentração, o pensamento estratégico e a expressão plástica», uma vez que cada criança foi convidada a construir, em conjunto com os pais, o seu tabuleiro e as suas peças.

As crianças em causa, da turma BRA2A da Escola EB1 de Brancanes, receberam numa primeira fase a visita de técnicos do Museu Municipal, que apresentaram e ensinaram as regras do Jogo do Moinho. Numa fase posterior, pais e filhos construíram, em casa, um tabuleiro, que serviu de mote a uma atividade que decorreu fora da escola – a visita de dia 22 de fevereiro ao Museu, onde as crianças apresentaram os seus tabuleiros e jogaram entre si.

Entretanto, a Associação de Pais do Agrupamento de escolas Prof. Paula Nogueira propôs a dinamização do jogo na Biblioteca da escola, numa perspetiva de dinamização do mesmo espaço, o que veio a acontecer no período da tarde, onde a turma de Brancanes ensinou ao 7ºA da EB 2,3 Carlos da Maia a jogar, «multiplicando» o efeito da atividade promovida pelo Museu Municipal de Olhão.

O projeto, que irá acompanhar os alunos ao longo do ano letivo, prevê ainda um intercâmbio entre as duas escolas, que culminará num torneio de Jogo de Moinho entre pais e filhos, a acontecer no Museu Municipal – Edifício do Compromisso Marítimo.