Estudante da UAlg em programa financiado pelos Estados Unidos da América

  • Print Icon

Renato Ponte, estudante do curso de licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e Gestão, da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade do Algarve (UAlg), foi selecionado para o programa «Study of the United States Institutes for Student Leaders from Europe (SUSI SLE)» em «Entrepreneurship and Economic Development».

Este é um programa integralmente financiado pelo Departamento de Estado Norte-Americano, que tem a duração de cinco semanas e decorre na Universidade do Tennessee, em Chattanooga.

Para o concurso deste ano concorreram 78 candidatos, que se distribuíram da seguinte forma: 25 para o programa de Entrepreneurship and Economic Development; 23 para o programa de Civic Engagement; 17 para o programa de Youth, Education and Closing the Skills Gap, e 13 candidaturas sem indicação de instituto.

Após avaliação de todas as candidaturas recebidas, foram selecionadas 15 para entrevista, das quais saíram quatro para aprovação final por parte do Bureau of Educational and Cultural Affairs (ECA) do Departamento de Estado Norte-Americano.

Instado a explicar a sua candidatura, Renato Ponte afirma que «assim que vi o anúncio fiquei bastante entusiasmado». A Fulbright, instituição responsável pela escolha dos representantes portugueses no SUSI SLE, procura alunos que tenham demonstrado excelência académica e participação ativa na comunidade.

«Sou um bom aluno e gosto de novas aventuras. Porque não?», acrescentou Renato Ponte. Desafiando-se a si mesmo, considerou que seria uma boa oportunidade «para sair da zona de conforto».

Este aluno terminou o segundo de três anos da licenciatura em Matemática Aplicada à Economia e Gestão. «Sempre admirei bastante a Matemática e a Economia ao longo dos meus estudos. Penso que são duas áreas fulcrais para que possamos viver numa democracia cujos participantes não careçam de informação e intervenham conscientemente para o bem-estar da comunidade», concretiza.

Sobre a UAlg, o aluno admite que «de facto superou as minhas expectativas», destacando «a proximidade entre os docentes e os estudantes».

Nesta instituição «os alunos são valorizados pelo seu mérito e podem vir a triunfar na sua vida pessoal e profissional», acredita Renato Ponte.

Sobre a experiência que está a viver, o aluno destacou «o primeiro choque cultural com os Estados Unidos da América», realçando, contudo, que «a comunidade é bastante amistosa e preocupa-se com a capacidade de comunicação interpessoal».

Desta estadia, até agora, destaca «dezanove colegas, provenientes de dezasseis outros países, que têm demonstrado verdadeiras habilidades de liderança, alguns deles já viajaram bastante, o que torna este programa numa experiência culturalmente enriquecedora».

Durante cinco semanas, vinte estudantes universitários provenientes de diferentes países da Europa têm a oportunidade de conhecer a cultura americana, através de visitas a diferentes locais, e enriquecer a sua experiência académica, através de aulas que abordam um tema específico.

Até ao momento, Renato já visitou vários locais e assistiu a palestras dirigidas por CEOs de empresas localizadas na área, geradoras de desenvolvimento económico.

Ao longo do programa vai ainda ser desenvolvido um projeto que será apresentado numa conferência em Washington DC, na qual estarão presentes alguns investidores e todos os participantes nos diferentes temas abordados no SUSI dos EUA.

O programa iniciou-se a 8 de julho e termina a 10 de agosto.