Arranca em Faro novo movimento Exarp que quer substituir as praxes

  • Print Icon

Objetivo é celebrar as universidades e politécnicos como espaços de liberdade, tolerância e emancipação dos jovens e desencorajar os tradicionais rituais de iniciação, muitas vezes com práticas de submissão individual e coletiva, conhecidos como praxes académicas. Iniciativa tem o apoio da tutela.

Com o arranque do ano letivo de 2019/2020, a partir de dia 9 de setembro de 2019, irão decorrer um conjunto de atividades de integração do ensino superior por todo o país, ao abrigo do novo movimento Exarp.

São iniciativas que dão as boas-vindas aos mais de 77 mil estudantes que este ano entram para o ensino superior e que celebram as universidades e politécnicos como espaços de liberdade, tolerância e emancipação dos jovens.

A Exarp é um movimento que destaca as iniciativas exemplares de integração de novos estudantes nas instituições de ensino superior.

São centenas de ideias, muitas delas desenvolvidas pelos próprios estudantes, que merecem vir a público pela consequência que têm na vida das pessoas.

Em parceria com as Instituições de Ensino Superior e as Associações de Estudantes, a plataforma dinamizada a através da Direção-Geral do Ensino Superior, Exarp divulgará continuamente informação de atividades de música, desporto, cultura científica, responsabilidade social, entre outras.

A Exarp marcará presença efetiva em várias instituições superiores durante o arranque do ano letivo, com o objetivo de sensibilizar estudantes, pais e docentes para o acolhimento positivo dos alunos do primeiro ano e de divulgar informação relevante sobre a presença na vida académica.

O novo movimento arranca, a nível nacional, em Faro, na Semana de Acolhimento aos Novos Alunos da Universidade do Algarve (UAlg), que decorrerá de 9 a 17 de setembro.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, os novos estudantes da UAlg vão ser recebidos, com um programa repleto de atividades, que lhes permitirá conhecer a academia, a cidade que os acolhe, os cursos e os novos colegas.

Totalmente gratuitas, as atividades envolvem desde aulas de desportos náuticos, como vela, surf, bodyboard, a outras iniciativas de cariz cultural.

A tutela sublinhq que «a contribuição de todos é necessária para mudar as mentalidades, podendo qualquer cidadão ou entidade contribuir com as suas ideias, com as suas propostas e com as suas ações para melhorar a integração de alunos nas instituições de ensino superior» através do sítio na internet www.exarp.pt.