Zoomarine reabre a 6 de março com novidades e mais sustentável

  • Print Icon

Zoomarine investe mais de 4 milhões de euros na preparação da temporada 2020.

O investimento no parque Zoomarine para esta temporada ultrapassa os 4 milhões de euros, dos quais 2,7 milhões são apoiados pelo Turismo de Portugal, o que perfaz um ciclo de cinco anos que totaliza já 17 milhões de euros investidos a favor do entretenimento educativo, da conservação, do turismo e do Algarve, segundo revela hoje Isabel Delgado, diretora de marketing do parque.

O número de visitantes do Zoomarine aumentou 6 por cento em 2019 naquele que é considerado um dos melhores parques temáticos da Europa, e que agora concretiza uma aposta forte num modelo de economia mais verde, pois uma parte da frota automóvel do Zoomarine já conta com viaturas sem combustão interna.

As visitas às escolas do Algarve e Alentejo já se farão este ano em viaturas 100 por cento elétricas.

O Zoomarine também está a reforçar a sua capacidade de produção elétrica e brevemente atingirá 40 por cento das suas necessidades de autoconsumo, e vai mesmo buscar água diretamente ao mar do Algarve para não ter de salinizar artificialmente piscinas e habitats, e dessa forma melhora ainda mais o bem-estar dos animais que habitam o Zoomarine.

Por outro lado, a aposta foi também feita na equipa de profissionais do Zoomarine, às 150 pessoas que trabalham durante todo o ano, somam-se mais 300 pessoas sazonais com contrato direto.

Em 2020 a decisão é aumentar todas as remunerações no mínimo em 5 por cento, que corresponde a um valor médio de 10 por cento, garantindo assim pessoas comprometidas e apaixonadas.

O Zoomarine continua a incentivar a regeneração dos sistemas naturais proporcionando mais atividades com a comunidade, menos poluição nas praias algarvias, e uma importante ajuda na replantação dos espaços verdes, para isso já tem na agenda de 2020 novas edições da Corrida Zoomarine (a 3 de abril), Operação Praia Limpa (10 de maio) e Operação Montanha Verde (8 e 9 de novembro).

Uma profunda remodelação das principais áreas de restauração com a abertura dos restaurantes Bamboo e Acqua permite agora dispensar os descartáveis e os produtos de mono-uso e dá lugar a 94 por cento de produtos reutilizáveis, reciclados ou biodegradáveis em todos os 26 hectares do Zoomarine.

Não ficam por aqui as novidades: para os dias em que ainda não apetece tanto fazer splash nas piscinas ou no rio lento o Zoomarine abre já dia 6 de março com três novas diversões: Ferry Boat, Torre Farol e Twist Manta são equipamentos que completam a oferta de parque de diversões.

Somam-se para já dois novos filmes no cinema 4D, os fantásticos dinossauros e um novo programa de encontro entre os mais pequenos e os magníficos golfinhos roazes.