SEP homenageia enfermeiros do Algarve com exposição de rua em Faro

  • Print Icon

«Enfermeiros na Linha da Frente, valorização na linha de trás» é título da exposição de rua que a direção regional de Faro do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) organiza amanhã em Faro.

O objetivo é dar a conhecer os rostos dos profissionais que trabalham nas várias valências de saúde da região e denunciar problemas laborais.

São 50 fotografias de enfermeiros e enfermeiras, cada uma acompanhada por testemunhos e reivindicações, que estarão patentes a partir de amanhã, terça-feira, dia 12 maio, ao longo de 350 metros na Avenida Calouste Gulbenkian, em Faro, para assinalar o Dia Internacional do Enfermeiro.

As fotografias não têm truques, foram tiradas em ambiente de trabalho, e mostram profissionais que «que se dedicam diariamente a cuidar de utentes nos centros de saúde e hospitais da região algarvia», segundo explicou ao barlavento Nuno Manjua, dirigente regional do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP), que organiza a iniciativa.

Nuno Manjua.

«São imagens de enfermeiros e enfermeiras, que nos transmitem, quer por expressões dos seus rostos quer pelas frases que as acompanham, o amor à profissão e aos doentes, mas também a profunda mágoa pela falta de reconhecimento e a indignação face à sua carreira e por terem sido enganados pelas administrações das instituições de saúde algarvias», diz o responsável do SEP.

A exposição é inaugurada amanhã às 10h30 com uma conferência de imprensa, junto à unidade de Faro do Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA).

Iniciativa serve também para assinalar o Ano Internacional do Enfermeiro (2020) designado pela Organização Mundial de Saúde (OMS).