Portimonense desorientado foi «presa fácil» para Aves motivadas

  • Print Icon

Neste duelo de equipas na zona de despromoção, a contar para a 17ª jornada da Liga NOS, os anfitriões agigantaram-se e com três golpes deitaram ao tapete um Portimonense inofensivo.

Na equipa que António Folha escalou para este desafio, destaque para a presença de Bruno Costa e Takuma Nishimura, reforços de inverno dos alvinegros.

O Aves mostrou-se mais aguerrido na primeira metade e aos 25 minutos podia ter tomado a dianteira do marcador por Wellinton Júnior que disparou um grande remate de meia distância e fez tremer a trave da baliza algarvia.

O Portimonense respondeu cinco minutos depois, com Pedro Sá a cabecear ao lado da baliza de Beunardeau após livre de Henrique.

A segunda metade começou de forma idêntica à primeira – os anfitriões por cima, e Wellinton Júnior novamente a tentar a magia…só que desta vez correu bem!

O avançado avense aguentou bem a oposição de Jadson, ganhou posição e disparou para o fundo das redes de Ricardo Ferreira, colocando o Desportivo das Aves na frente (54′).

Logo no minuto seguinte, Banjaqui quase fez o segundo dos homens da casa, mas o remate forte do guineense saiu ligeiramente por cima.

O mesmo atleta havia de concretizar a ameaça ao minuto 74. Numa transição rápida do Desportivo das Aves, Mohammadi conduziu com mestria e isolou Banjaqui, que no frente a frente com Ricardo Ferreira bateu o guardiáo e fez o 2-0.

A agonia algarvia agudizou-se ainda mais aos 79 minutos – Wellinton Júnior assistiu Mohammadi que, à boca da baliza, fez o terceiro do Aves. Não surpreendia – os homens da casa foram sempre mais coesos e mostraram muito mais futebol que os forasteiros.

Com esta derrota, os alvinegros podem ficar a três pontos dos lugares de permanência, caso Paços de Ferreira e B SAD vençam os seus jogos nesta jornada.

E na próxima jornada do campeonato o Portimonense volta a jogar fora – defronta precisamente, no Estádio do Jamor, a B SAD, no domingo, 26 de janeiro, às 15h00, em novo duelo de aflitos.