Portimonense deu avanço e perdeu frente ao Moreirense (1-0)

  • Print Icon

Equipa de Portimão deu quase 45 minutos de avanço ao adversário na partida inaugural da 4ª jornada da Liga NOS, disputada hoje em Moreira de Cónegos.

A contenda não começou nada bem para os homens que viajaram do Algarve, à semelhança do que tinha sucedido na semana passada, frente ao Sporting: logo aos 7 minutos, Abdu Conté fez um belo cruzamento que teve resposta superior por parte de Iago, com um grande cabeceamento para o fundo das redes algarvias.

O Portimonense não conseguiu responder ao golo e o Moreirense tomou mesmo conta da partida durante grande parte da etapa regulamentar.

O conjunto de António Folha mostrou-se muito apático durante toda a primeira parte e só perto do intervalo, aos 43 minutos, conseguiu colocar em alerta a defensiva do Moreirense – Tabata com um bom trabalho pelo lado direito do ataque colocou Pasinato à prova e, na sobra, Cevallos rematou por cima.

Acordaram os algarvios e, pouco depois, aos 45 minutos, novamente Cevallos a rematar em plena área, para nova boa defesa de Pasinato, desta feita com o joelho. Na sequência os algarvios insistiram e, com a defensiva minhota aos papéis, Aylton voltou a falhar uma excelente oportunidade para o empate.

António Folha regressou do intervalo lançando para o jogo Lucas Fernandes e Jackson Martinez, numa tentativa de inverter a falta de argumentos que a sua equipa apresentou em grande parte da primeira metade.

E se os algarvios até começaram por ter mais bola e mais presença no meio campo adversário, não criavam perigo. E aos 66 minutos podia ter sido o Moreirense a aumentar a vantagem – Filipe Soares isolou Luther, que só não marcou porque Ricardo Ferreira fez uma grande defesa.

O Portimonense lá deu um ar da sua graça através de Lucas Fernandes, na cobrança de um livre, com a bola a passar muito perto da baliza minhota (68′). Depois, ao minuto 72, foi Bruno Tabata em pleno coração da área a visar a baliza defendida por Pasinato, com o guardião brasileiro a fazer uma excelente intervenção.

Os alvinegros conseguiram, por momentos, remeter o Moreirense à sua zona defensiva, e à passagem do minuto 79 foi Iury Castilho a cabecear com perigo à baliza adversária, após cruzamento do japonês Anzai.

No entanto, dois minutos depois, a expulsão de Willyan, por acumulação de amarelos, matou o conjunto algarvio, que acabou mesmo por somar a segunda derrota consecutiva no campeonato.

Na próxima jornada, a 5ª da Liga NOS, o Portimonense recebe o Futebol Clube do Porto no Portimão Estádio, numa partida com data e hora ainda por designar.

Moreirense vs Portimonense

Parque Desportivo Comendador Joaquim de Almeida Freitas, Moreira de Cónegos

Moreirense – Pasinato, João Aurélio, Iago, Steven Vitória, Abdu Conté, Fábio Pacheco, Alex Soares, Filipe Soares (Luiz Henrique, 76 min), Bilel, Pedro Nuno (Luther, 61 min), Fábio Abreu.

Treinador: Vítor Campelos.

Suplentes não utilizados: Pedro Trigueira, Rosic, D’Alberto, Nenê, Carlos Mané.

Portimonense – Ricardo Ferreira, Anzai, Jadson, Willyan, Henrique (Jackson Martinez, 46 min), Pedro Sá (Lucas Fernandes, 46 min), Romulo, Cevallos (Marlos Moreno, 64 min), Bruno Tabata, Aylton Boa Morte, Iury Castilho.

Treinador: António Folha.

Suplentes não utilizados: Gonda, Lucas, Dener, Rodrigo.

Árbitro: Gustavo Correia (VAR: Luís Ferreira)

Golos: Iago (7 min).
Amarelos: Jadson (45+2 min), Pedro Sá (45+3 min), Willyan (58 min, 81 min), Iury Castilho (60 min), João Aurélio (68 min), Nenê (90+1 min)
Vermelhos: Willyan (81 min).