Portimonense desbarata vantagem de dois golos e empata com Belenenses SAD

  • Print Icon

O Portimonense deslocou-se ao Estádio do Jamor onde empatou com o Belenenses SAD hoje, sábado, 16 de março, em partida a contar para a jornada 26 da Primeira Liga, naquele que foi o jogo 500 dos algarvios no escalão principal do futebol português.

Os algarvios não queriam deixar as celebrações da marca histórica em mãos alheias, e começaram com a corda toda. Aos 3 minutos, uma recuperação de Paulinho acabou nos pés do Jackson. O colombiano colocou na esquerda, em Tabata, que tirou um excelente cruzamento para a área onde Aylton Boa Morte cabeceou para o fundo das redes adversárias, marcando pela segunda jornada consecutiva. 0-1 para o Portimonense.

A boa entrada teve continuidade por parte dos algarvios. Aos 18 minutos, uma excelente combinação entre Paulinho e Aylton Boa Morte, pela direita, com o último a conduzir para dentro da área e a assistir Jackson Martinez, que rematou seco para o fundo da baliza do Belenenses SAD, apanhando Muriel em contrapé. Um grande golo e 0-2 para a equipa de Portimão.

Na primeira metade o Belenenses SAD até ia tendo mais bola, mas era uma equipa completamente inócua. O Portimonense, controlou operações com tranquilidade, numa exibição muito personalizada e com grande acutilância ofensiva. Nesse sentido, aos 29 minutos, Bruno Tabata apareceu na cara de Muriel e teve tudo para fazer o terceiro, mas o guardião do Belenenses SAD fez uma enormíssima defesa.

A equipa da Grande Lisboa esboçou algumas tentativas de resposta mas esbarrou sempre na defensiva algarvia, não conseguindo pôr à prova Ricardo Ferreira. Ao intervalo o resultado era justíssimo, premiando a excelente exibição do Portimonense.

Mas a segunda parte não começou bem para a equipa do barlavento algarvio. O Belenenses SAD entrou pressionante, e logo aos 49 minutos, na sequência de um cruzamento de Sagna, Tormena fez um péssimo alívio e colocou a bola nos pés de Licá, que disparou sem hipótese para Ricardo Ferreira, fazendo o 1-2 no marcador.

A equipa da casa mostrou-se muito mais pressionante e remeteu o Portimonense à defesa. Os algarvios pareciam surpreendidos com a entrada forte da turma de Belém na segunda metade, e mais surpresos ficaram quando, aos 67 minutos, Lucca ganhou posição para rematar do meio da rua e atirou para o fundo das redes, num excelente golo. Estava feito o empate, com o Portimonense a desperdiçar os dois golos de vantagem e a deixar a excelente exibição da primeira metade no balneário, ao intervalo.

À passagem do minuto 72, Aylton Boa Morte apareceu na área em boa posição para alvejar as redes de Muriel. No entanto, a tentativa saiu muito por cima. Este lance deu um abanão ao Portimonense, que por momentos tentou carregar o Belenenses SAD em busca da vitória. Aos 88 minutos, na sequência de um cruzamento de Ruster, a bola quase chegou a Aylton Boa Morte mas Muriel tirou autenticamente o pão da boca ao avançado dos algarvios.

O jogo chegou ao fim com o 2-2 no marcador, resultado que significou o primeiro empate fora de casa da equipa de Portimão. Os alvinegros atingem os 32 pontos e alcançam o Santa Clara no 8º lugar da tabela classificativa. Na próxima jornada, a 27ª da Liga NOS, o Portimonense recebe o Moreirense, no Portimão Estádio, em data e hora ainda por definir.

Belenenses SAD vs Portimonense

Estádio do Jamor, Oeiras

Belenenses SAD – Muriel, Gonçalo Silva, Cleylton (Matija Ljujic, 35 min), Sasso, Zacarya, Nuno Coelho, Lucca, Sagna (Diogo Calila, 70 min), Dalcio, Licá, Kikas (Nico Velez, 66 min).

Treinador: Jorge «Silas»

Suplentes não utilizados: Mika, Luís Silva, Gonçalo Agrelos, Robinho.

Portimonense – Ricardo Ferreira, Tormena, Lucas Possignolo, Rúben Fernandes, Henrique, Pedro Sá, Lucas Fernandes, Paulinho (Ruster, 80 min), Aylton Boa Morte (Hackman, 90 min), Bruno Tabata (Wellington, 76 min), Jackson Martinez.

Treinador: António Folha

Suplentes não utilizados: Leo Navacchio, Felipe Macedo, Bruno Reis, Paulinho Boia.

Árbitro: André Narciso.

Golos: Aylton Boa Morte (3 min), Jackson Martinez (18 min), Licá (49 min), Lucca (67 min).

Amarelos: Henrique (60 min), Nico Velez (74 min).