Polícia Marítima de Lagos e Zoomarine resgatam tartaruga na Meia Praia

  • Print Icon

Animal de 300 quilos e 1,5 metros de grande beleza marinha.

Uma tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) foi detectada ao largo da Meia Praia, em Lagos, enredada em cabos de armação de pesca, na quinta-feira, 20 de junho.

O animal marinho foi encaminhado para a praia, transferido para uma plataforma, e transportado para o Porto d’Abrigo do Zoomarine (centro de reabilitação de espécimes marinhos), onde foi recebeu uma avaliação médica e iniciou um complexo programa de reabilitação.

Segundo fonte do Zoomarine, «a partir de agora, serão dias e semanas cheios de desafios. Sendo um espécime com cerca de 250 a 300 quilogramas, o seu maneio é particularmente difícil».

«Sendo uma espécie sem escamas dérmicas, os ferimentos na pele são inevitáveis (assim como os riscos de infecção). E por ter ficado presa por tempo indeterminado em cabos, é possível que tenha inalado água e que possa vir a desenvolver uma pneumonia por aspiração».

No entanto, o desafio agora é «reabilitar este magnífico macho da maior espécie de tartarugas marinhas e proceder, o mais rapidamente possível, à sua devolução ao meio selvagem».

Entretanto, «há que agradecer a muitas pessoas, incluindo membros da Capitania de Lagos e da Polícia Marítima, nadadores-salvadores e veraneantes. A ajuda de todos foi muito importante para assegurar um resgate seguro e um transporte rápido, não obstante as horas que implicou».