OVNI no céu do Algarve afinal é um satélite de Internet

  • Print Icon

Hoje, ao início da noite, o avistamento de um objeto estranho no céu causou algum alarme nas redes sociais.

Muitas foram as partilhas de fotografias de um Objeto Voador Não Identificado (OVNI) cujo rasto brilhante intrigou até os mais céticos.

O objeto, no entanto, não é extraterrestre, mas sim o lançamento dos Satélites Starlink da SpaceX, com 60 satélites ainda muito juntos e em baixa órbita, o que possibilitou poderem serem avistados no sul da Península Ibérica, segundo explica a página do projeto algarvioMeteofontes.

O Starlink é uma missão que pretende lançar ao espaço uma constelação de 12 mil satélites para transmissão de Internet em alta velocidade para todo o planeta Terra.

Um foguetão Falcon 9 da empresa SpaceX lançou hoje os primeiros satélites a serem posicionados. A descolagem foi na estação espacial da NASA em Cabo Canaveral, na Flórida, Estados Unidos da América, às 6h57 (hora local).

No total, a nave levou 227 quilos de equipamento para uma altitude operacional de 550 quilómetros.

Os satélites serão alimentados por energia solar e funcionam em rede, interligados.

Elon Musk, CEO da empresa, quer permitir à população a acesso à internet de alta velocidade com baixo custo. A expectativa é garantir velocidades na casa de 1 Gbps através do espaço.

Para criar uma constelação de satélites de modo a abranger todo o globo, a empresa estima necessitar de pelo menos 24 lançamentos, que deverão acontecer ao longo dos próximos meses, até porque o serviço vai ser lançado em meados de 2020 no mercado norte-americano.

O sucesso destes primeiros lançamentos coloca a SpaceX um passo à frente da corrida para dominar este serviço.

Além da empresa de Musk, há outra gigante que quer competir no sector, a Blue Origin, de Jeff Bezos, também dono da Amazon.

Esta concorrente está a gerir o projeto Kuiper, menos ambicioso, com apenas 3236 satélites para o mesmo fim.

A OneWeb quer contar com 2000 satélites para este serviço, embora estime que 600 são suficientes para um sinal razoável.

O Meteofontes, fundado em 2013, tem por objetivo informar e sensibilizar a população para as condições meteorológicas em curso.

É um serviço público e sem fins lucrativos que gere a Estação Meteorológica do Sítio das Fontes – Parque Municipal de Lagoa e o website da Estação Meteorológica do litoral – Carvoeiro, que são automaticamente atualizados com dados de estações meteorológicas amadoras.