Odiana lança sondagem para criar workshops turísticos de valorização do Baixo Guadiana

  • Print Icon

A Associação Odiana lançou um questionário sobre oficinas de turismo criativo no Baixo Guadiana, com o objetivo de auscultar os interesses da população para a formalização de uma agenda de Workshops que promova «os valores identitários do território, com uma pitada de criatividade à mistura».

O questionário pretende aferir o perfil do turista criativo, seja residente e/ou visitante, e adequar diretamente a oferta à demanda, e decorre no seguimento do projeto da Odiana «Oficinas do Saber Tradicional», cuja finalidade é a revitalização turística das atividades tradicionais do Baixo Guadiana através de experiências únicas que atraiam mais turistas e envolvam a comunidade local na cultura identitária da zona.

«Pretende-se (quase que num formato de sondagem) ajustar os workshops às temáticas e características selecionadas pelos inquiridos. Este questionário acaba por ser uma ferramenta que permite agilizar trabalho e garantir adesão à iniciativa, sendo que o turismo criativo privilegia grupos pequenos, com menos de 10 participantes», explica a Odiana em nota de imprensa.

Será assim possível potenciar uma agenda que espelhe os reais interesses do seu público-alvo. «Ao invés de lançarmos workshops que muitas vezes não correspondem aos interesses dos utilizadores, optámos pelo inverso, privilegiando a reciprocidade e envolvendo o turista na própria agenda de workshops», atesta a Associação, acrescentando que «desta forma garantimos o interesse, adesão e um envolvimento colaborativo desde o primeiro momento entre o turista e os promotores».

O questionário online vai estar disponível durante todo o mês de maio. Posteriormente será feita uma análise e correlação dos resultados, da qual resultará uma calendarização de oficinas criativas até ao final de 2019.

A Odiana já realizou com sucesso quatro workshops com produtos «exímios» do território do Baixo Guadiana, nomeadamente as salinas tradicionais e a cabra de raça algarvia.

Recorde que esta iniciativa está inserida no projeto CREATOUR que pretende pilotar uma agenda de investigação centrada no turismo criativo em pequenas cidades e áreas rurais. O CREATOUR é coordenado pelo Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra e financiado pelo Programa de Atividades Conjuntas (PAC) do Portugal 2020.