Mais de 9 mil provaram vinhos nacionais em Albufeira

  • Print Icon

Foram mais de 100 os produtores de vinhos portugueses inscritos na terceira maior mostra de vinhos em Portugal, que se realizou em Albufeira nos dias 3, 4 e 5 de maio, sexta-feira, sábado e domingo, no Espaço Multiusos de Albufeira (EMA).

As mais de 9 mil pessoas presentes nos três dias do evento provaram cerca de 900 rótulos de vinhos de todo o país. A Confraria do Bacchus de Albufeira angariou ainda 2500 euros para apoiar Moçambique, valor que vai ser integrado a outra angariação de fundos que decorrerá de um evento solidário a 8 de junho, em Albufeira.

«Este ano batemos todos os recordes de afluência de público e os produtores ficaram bastante satisfeitos, pelos bons resultados e pelos negócios que realizaram. Esta é reconhecida como a maior mostra de vinhos a sul do Tejo e para os produtores representa uma oportunidade para dar a conhecer os seus vinhos». explicou Carlos Oliveira, chanceler da Confraria Bacchus de Albufeira. Acrescentou ainda que «com esta mostra temos vindo a colocar o Algarve no mapa dos apreciadores do néctar em Portugal, temos reforçado a qualidade dos vinhos da nossa região como motor de desenvolvimento económico».

Nesta edição, o certame apoiou a causa de Moçambique. Foi angariado 1 euro por cada copo vendido para as provas de vinho, bem como na compra de frango da Guia, à venda na zona de restauração do evento. O valor total angariado será entregue para compra de medicamentos.

Do 7º Concurso de Vinhos, organizado pela Confraria do Bacchus, destacam-se os quatro produtores algarvios medalhados de entre cerca de 200 vinhos que foram apresentados a concurso, nomeadamente: Adega do Cantor (propriedade de Sir Cliff Richard), Cabrita Wines, Quinta do Francês e Única – Adega Cooperativa do Algarve.

Este concurso é reconhecido pelo Instituto da Vinha e do Vinho I.P., e atribui prémios de Excelência, Medalhas de Ouro, Prata e Bronze nas categorias de Tintos, Brancos, Rosés e Licorosos. A entrega de prémios decorreu na sexta, dia 3 de maio, no hotel NAU São Rafael Atlântico.

Para além de provar os vários vinhos, os visitantes puderam ainda participar em workshops, assistir à apresentação da Rota dos Vinhos do Algarve e a demonstrações de show cooking: no sábado com o Chef José Teresa, do restaurante Memórias, em Albufeira, e no domingo com o Chef Ricardo Cabrita, do PortoBay Hotels & Resorts. Ainda na tarde de domingo, às 17h30, atuou no EMA o Grupo Coral Casa do Alentejo Albufeira.

Carlos Oliveira acrescentou que «o que nos distingue é a possibilidade de provar novos vinhos, alguns que acabam de ser engarrafados, algo que não é possível em mostras de vinhos no início do ano, que têm apenas vinhos de ano anteriores. Ficámos muito satisfeitos com os resultados obtidos pelos vinhos algarvios no concurso, com júri nacional e internacional, o que demonstra que o vinho da região está a afirmar-se pela qualidade, aliando o destino de sol e mar à gastronomia e criando um roteiro alternativo para os entusiastas vínicos».

Quem também não faltou à chamada foi José Carlos Rolo, presidente da Câmara Municipal de Albufeira, parceira na organização do certame. Para o autarca, «é com muito gosto que a Câmara Municipal de Albufeira é parceira deste evento que se enquadra numa estratégia de valorização da nossa cultura e identidade, através da enogastronomia».

O autarca anunciou ainda outros eventos ligados ao tema da enogastronomia, tendo destacado o XVII Congresso do Conselho Europeu de Confrarias Enogastronómicas, já apresentado na última edição da Bolsa de Turismo de Lisboa, e que Albufeira irá receber em Novembro. O edil revelou ainda a intenção de organizar um evento associado ao Concurso «7 Maravilhas à Mesa», em que a cidade teve uma das mesas vencedoras.