Festival «Tanto Mar» estreia em Loulé para cruzar a lusofonia

  • Print Icon

A Folha de Medronho – Associação de Artes Performativas, em coprodução com a Câmara Municipal de Loulé/Cine-Teatro Louletano, apresenta a edição zero do Tanto Mar – Festival Internacional de Artes Performativas de Loulé, nos próximos dias 6, 7, 8 e 9 de março.

Trata-se de «um evento que pretende privilegiar projetos oriundos de países onde o português é a língua oficial». Ao mesmo tempo, a ideia é transformar o Festival «em interface para a circulação de espetáculos em Portugal, assim como projetar Loulé como futuro centro das artes performativas dos países falantes de português».

Segundo os organizadores, «Tanto Mar prevê contribuir para estabelecer a relação com grupos e criadores portugueses instalados fora da macrocefalia da cidade grande que desenvolvem trabalho substancial e inovador».

Assim, está prevista para o dia 6 de março, quarta-feira, a abertura do Festival em forma de conversa(s) com a presença de representantes da Câmara Municipal de Loulé, do Cine-Teatro Louletano, de membros da organização da Folha de Medronho, bem como de elementos dos grupos participantes. A tertúlia terá lugar no Café Calcinha, às 18h30.

O Cine-Teatro Louletano será epicentro do Festival, e no dia 7, quinta-feira, sobe ao palco a primeira das peças de teatro: «Kangatulas», uma coprodução da Folha de Medronho e do grupo de «Teatro do Oprimido» da Guiné Bissau. «2Estranhos» é a peça prevista para o dia 8, sexta-feira, escrita e encenada por Adilson Spínola da Companhia «CriArTeatro» de Cabo Verde e dia 9, sábado, haverá lugar à criação e interpretação de Tânia Farias com «Desmontagem Evocando os Mortos – Poéticas da Experiência», do grupo «ÓI Nóis Aqui Traveiz» de Porto Alegre, Brasil.

O Festival inclui ainda várias atividades paralelas a desenvolver em diferentes espaços, nomeadamente «animações de rua, exposição e venda de materiais relacionados com a atividade dos grupos participantes, exposição e venda de artesanato, uma jam session e ainda o workshop prático de iluminação, sonoplastia e vídeo», cujas inscrições devem ser feitas através através de e-mail até ao próximo dia 1 de março.

Todos os espetáculos no Cine-Teatro têm início às 21h30. Os bilhetes custam 5 euros para cada peça, sem descontos aplicáveis.