Farense garante manutenção com vitória frente ao Académico de Viseu

  • Print Icon

O Farense recebeu e venceu o Académico de Viseu no Estádio de São Luís, em Faro, garantindo a permanência na Ledman LigaPro hoje, domingo, 19 de maio, naquela que foi a última jornada da competição.

Os algarvios precisavam apenas de um ponto para fechar as contas da manutenção, e chegavam a esta partida depois de uma semana atribulada, que ficou marcada pela suspensão de Jorge Ribeiro após alegadas tentativas de agressão a membros da SAD algarvia.

Os visitantes até começaram por ter mais bola, mas a primeira oportunidade pertenceu aos homens de Faro, depois de uma desconcentração do guarda-redes viseense. Aos 11 minutos, Jonas colocou a bola no vazio e o esférico chegou a Nuno Borges, que rematou de meia distância para defesa do guardião do Académico, que assim se redimiu do erro.

Este lance galvanizou os homens da casa, e aos 17 minutos foi Alvarinho a rematar para nova intervenção de Jonas. Pouco depois, aos 19 minutos, Irobiso surge isolado na cara do golo mas o guardião forasteiro volta a brilhar.

Jonas engatou nos minutos iniciais, e aos 20 minutos voltou a fazer uma grande defesa após remate do meio da rua de André Vieira. Aos 21 minutos, repetiu-se o duelo, desta feita com o médio algarvio a surgir em boa posição dentro da área mas…Jonas voltou a mostrar os dotes.

Respondeu com muito perigo o Académico. Bruno Loureiro, aos 22 minutos, surgiu em excelente posição à entrada da área dos farenses, e rematou em arco. A bola passou muito perto do poste da baliza algarvia.

O Farense voltou a ser perdulário aos 34 minutos – Alvarinho surgiu em boa posição na quina da área viseense e rematou cruzado, com a bola a passar perto do poste direito da baliza defendida pelo guineense Jonas

O golo algarvio chegou perto do intervalo, aos 42 minutos, quando Irobiso levou tudo à frente na esquerda do ataque algarvio e cruzou rasteiro para a área, onde apareceu Tavinho a finalizar com sucesso. 1-0 para o Farense, golo bastante festejado pelo muito público presente no São Luís.

O intervalo chegou com um resultado ajustado ao que se passou na etapa regulamentar, onde o Farense dispôs de várias chances para marcar.

Fotografia: Nelson Ferreira @ SC Farense

O regresso dos balneários trouxe uma toada mais calma à partida. Irobiso ameaçou o golo aos 59 minutos, com um cabeceamento ao lado das redes defendidas por Jonas.

O Académico até dispôs de um livre aos 78 minutos, que proporcionou um cruzamento para o centro da área. A bola foi desviada pelos atacantes viseenses, mas passou muito por cima.

Os forasteiros voltaram a criar perigo aos 80 minutos – Luisinho bateu um livre para a área e N’Sor cabeceou para enorme intervenção de Hugo Marques para canto. Depois, na sequência, foi João Victor a cabecear para intervenção segura do guardião angolano.

Até ao fim, muito jogo a meio, muitas faltas, mas poucas oportunidades. O tento solitário de Tavinho foi suficiente para os anfitriões vencerem a partida.

Com este resultado, o Farense soma 43 pontos e fica, à condição, no 10º lugar da Segunda Liga, dependendo ainda do resultado final do Penafiel vs Leixões, que à hora ainda decorria.

Mais importante, os Leões de Faro garantem a manutenção no segundo escalão. Ao Campeonato de Portugal descem Vitória de Guimarães B, Braga B e Arouca.

Farense vs Académico de Viseu

Estádio de São Luís, Faro

Farense – Hugo Marques, Godinho, Pedro Kadri, Cássio, Fábio Nunes, Nuno Borges, Fabrício, André Vieira (Daniel Bragança 81 min), Alvarinho, Tavinho (Alan Junior, 84 min), Irobiso (Mayambela, 68 min).

Treinador: Álvaro Magalhães

Suplentes não utilizados: Miguel Carvalho, Pedro Simões, Kitambala, Bruno Bernardo.

Académico de Viseu – Jonas, Tiago Almeida, Pica, Baumer, Nélson Lenho, Diogo Santos, Paná, Gabriel (N’Sor, 66 min), Bruno Loureiro (Felipe Ryan, 83 min), Luisinho, Luís Barry (João Victor, 65 min).

Treinador: Rui Borges

Suplentes não utilizados: Elísio, Lucas, Latyr Fall, Tomé.

Árbitro: Hélder Malheiro
Golos: Tavinho (42 min)
Amarelos: Baumer (36 min), Godinho (62 min), Tiago Almeida (70 min), Pedro Kadri (79 min).