Escola de Faro produz viseiras de proteção para combate à COVID-19

  • Print Icon

Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa precisa de material e de voluntários.

O Clube de Programação e Robótica do Agrupamento de Escolas Pinheiro e Rosa, em Faro, está a produzir viseiras de proteção em Impressora 3D para profissionais de saúde. Este modelo tem vindo a ser testado no Centro Hospitalar Universitário do Algarve – Hospital de Faro.

«Esta guerra contra o inimigo invisível obriga a que se coloquem todos os soldados na frente de batalha. Nós estamos a dar o nosso contributo, mobilizando os meios técnicos e o orçamento, para dar cumprimento à necessidade de proteger aqueles que farão a diferença a favor da Vida», considera o diretor do agrupamento.

O docente explica ainda que «estamos a implementar cadeias de distribuição com as autoridades competentes de forma a garantir que cheguem a quem mais necessita».

Numa fase em que o combate à pandemia COVID-19 assume a sua fase decisiva, o agrupamento «lança um apelo à comunidade no sentido de aumentarmos a produção e a distribuição deste material. Apelamos aos programadores que tenham Impressoras 3D que se juntem à nossa comunidade».

Os voluntários devem enviar e-mail para este endereço, identificado-se e disponibilizando um contacto telefónico (para integrar o grupo de contacto).

O agrupamento apela ainda a fornecedores que disponibilizem, «gratuitamente ou a preço justo», o seguinte material: filamento para impressora 3D PETG (ou PLA) 1,75; pvc encadernação 230micros (folha A4); elástico com casas (2 centímetros) em rolo; fita adesiva de dupla face com 2 centímetros de largura e esponja com 0,5 centímetros de espessura (em placas). Os interessados em contribuir devem contactar o agrupamento através deste e-mail.

«Com a colaboração de todos os que permanecem em casa e também daqueles que possam contribuir para a segurança dos que têm de trabalhar, venceremos!», considera o diretor, que acrescenta, em jeito de conclusão: «quebrar as cadeias de contágio agora é salvar vidas anónimas, conhecidas ou bem conhecidas. Pensem nisto».