CRESC ALGARVE 2020 cumpre metas definidas para 2018

  • Print Icon

Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional aprovou o Relatório Anual de Execução, relativo ao ano de 2018, e destacou o cumprimento das metas de desempenho estabelecidas.

Realizou-se na quinta-feira, dia 19 de junho, a 11ª Reunião da Comissão de Acompanhamento do ALGARVE 2020, nas instalações da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Algarve, em Faro.

A Comissão é composta por um conjunto alargado de entidades nacionais e regionais, sendo a Comissão Europeia representada por Marika Sandel, da Direção Geral de Política Regional e Urbana, e por João Paiva, da Direção Geral do Emprego, Assuntos Sociais e Inclusão.

Comissão de Acompanhamento do Programa Operacional CRESC ALGARVE 2020

O presidente da Comissão de Acompanhamento do ALGARVE 2020, Francisco Serra, apresentou o Relatório Anual de Execução e fez um ponto da situação do Programa Operacional (execução física e financeira, cumprimento da Regra N+3, Quadro de Desempenho e ponto da situação dos Instrumentos Financeiros).

Pela sua parte, os representantes dos instrumentos financeiros – IFRRU e da IFD, relataram a atividade desenvolvida e a Agência de Desenvolvimento e Coesão – AD&C fez uma apreciação global do Acordo de Parceria – Portugal 2020.

Na sua intervenção, Francisco Serra destacou a evolução da região do Algarve no Regional Innovation Scoreboard 2019, divulgado esta semana pela Comissão Europeia, sublinhando que «o Algarve subiu 36 posições» nesta classificação.

Nesta edição do Ranking Europeu de Inovação, o Algarve surge no 148º lugar e passa a região «moderada», em termos de inovação, quando em 2017 ocupava a 184ª posição e correspondia a região «moderada menos».

Das 238 regiões NUTS II consideradas 86 (36 por cento) encontram-se acima da média da UE28 e 152 (64 por cento) abaixo.

Em 2017, das 220 regiões que entraram no estudo, 99 (45 por cento) apresentavam-se acima da média e 121 (45 por cento) abaixo.