Portimonense trava Sporting de Braga com empate a uma bola

  • Print Icon

O Portimonense defrontou hoje, quinta-feira, 10 de janeiro, o Sporting de Braga, no Portimão Estádio, em jogo a contar para a jornada 17 da Primeira Liga. A partida teve início mexido – ainda o relógio não marcava o primeiro minuto, já o Braga dispunha de uma boa oportunidade para marcar, anulada por uma grande mancha de Ricardo Ferreira à tentativa de Paulinho.

Pouco depois, a bater o terceiro minuto de jogo, Wellington recebeu a bola no flanco esquerdo do ataque algarvio, foi para cima de João Novais, fletiu para o meio e atirou a contar! Estava aberto o placard em Portimão, a favor do Portimonense, num lance algo consentido pelo guardião dos minhotos.

Os primeiros minutos pertenceram aos algarvios, que foram dominando os acontecimentos praticando um futebol vistoso e seguro. Mas aos 14 minutos tudo podia ter mudado – um passe de João Novais descobriu Paulinho isolado, que frente a Ricardo Ferreira permitiu novamente a defesa do guardião portimonense, com o pé.

O cronómetro marcava o minuto 23 quando Jackson Martinez surgiu isolado perante Tiago Sá, mas pressionado pela defensiva arsenalista acabou por rematar muito fraco para as mãos do guarda redes.

Aos 31 minutos Rúben Fernandes quase cometia um enorme disparate. O central do Portimonense atrasou a bola sem olhar, quase isolando Paulinho. Ricardo Ferreira, atento, resolveu com destreza.

A primeira parte caminhava para o seu término, quando aos 37 minutos Abel Ferreira, treinador do Sporting de Braga, foi expulso do banco por protestos. Pouco depois, ao minuto 39, Paulinho tirou um excelente cruzamento na direita do ataque dos guerreiros do Minho, ao qual Dyego Sousa respondeu com um cabeceamento que passou perto da barra da baliza algarvia.

O Braga ia tentando desorientar a defensiva da casa, mas sem conseguir os seus intentos. O intervalo chegava com o marcador a assinalar 1-0 a favor do Portimonense, um resultado justo para o que se ia passando em campo.

A segunda parte abriu praticamente com o golo do empate. Aos 49 minutos, após marcação de um canto do lado direito do ataque minhoto, Dyego Sousa apareceu no coração da área e cabeceou sem oposição, fazendo o 1-1.

Depois, dois lances polémicos. Primeiro, aos 52 minutos, pediu-se penalti na área do Braga, por mão de Raul Silva. Após consultar o VAR, Fábio Veríssimo mandou jogar, num lance muito duvidoso, em que as repetições mostram a bola a bater na mão do defesa minhoto. Depois, aos 54 minutos, Dyego Sousa surgiu isolado na área algarvia e colocou a bola no fundo das redes. No entanto, o árbitro marcou fora de jogo, decisão também validada pelo VAR. Mantinha-se tudo empatado.

O Sporting de Braga aproveitou alguma desconcentração defensiva do Portimonense para colocar muitas bolas nas costas da linha recuada dos algarvios. Apesar disso, era incapaz de criar perigo de maior junto da baliza defendida por Ricardo Ferreira.

À passagem do minuto 73, João Novais libertou-se de marcação e desferiu um forte remate à distância, que Ricardo Ferreira defendeu com alguma dificuldade. Na resposta, aos 75 minutos, Wilson Manafá rematou para uma defesa incompleta de Tiago Sá, que Jackson Martinez quase aproveitava.

O relógio caminhava para o minuto 79 quando Bruno Viana apareceu solto a cabecear na área algarvia e quase marcava. Grande susto para o Portimonense! O Braga ia apertando, mas o Portimonense espreitava as saídas rápidas. Como aos 82 minutos, quando Bruno Tabata desferiu um forte remate que passou perto do poste direito da baliza de Tiago Sá.

Os minhotos iam encostando o Portimonense à sua área, colocando muitas bolas dentro da mesma, que a defensiva algarvia ia aliviando com mais ou menos dificuldade. Aos 90 minutos, Ricardo Ferreira fez mais uma boa defesa, saindo aos pés de Paulinho. Na resposta, Bruno Tabata, do Portimonense, surge pelo flanco direito, tira um adversário do caminho e deixa escapar a bola no momento do remate, quando estava em excelente posição para o golo. Na sequência deste lance, Wilson Manafá foi expulso por protestos, com cartão vermelho direto.

A partida chegava ao final com um empate a uma bola no marcador, resultado ajustado ao que se passou em campo. Os algarvios voltam, assim, a travar uma das equipas do topo da tabela, depois de vencerem Sporting e Benfica.

Com este resultado, o Portimonense soma agora 24 pontos, ocupando o 8º lugar na tabela da Liga NOS. Na próxima jornada, a 18ª, o clube de Portimão desloca-se à cidade do Porto, mais precisamente ao Estádio do Bessa, onde vai defrontar o Boavista, numa partida que tem lugar no dia 19 de janeiro, sábado.

Portimonense vs Sporting de Braga

Portimão Estádio, Portimão

Portimonense – Ricardo Ferreira, Tormena (Lucas Possignolo, 85 min) , Rúben Fernandes, Jadson, Wilson Manafá, Dener (Lucas Fernandes, 89 min), Ewerton, Pedro Sá, Paulinho, Wellington (Bruno Tabata, 76 min), Jackson Martinez.
Treinador: António Folha
Suplentes não utilizados: Leo Navacchio, Hackman, João Carlos, Jamerson.

Sporting de Braga – Tiago Sá, Marcelo Goiano, Raul Silva, Bruno Viana, Sequeira, Claudemir, Fransérgio, João Novais (Ricardo Horta, 80 min), Wilson Eduardo (Eduardo, 89 min), Paulinho, Dyego Sousa (Ricardo Esgaio, 67 min).
Treinador: Abel Ferreira
Suplentes não utilizados: Marafona, Ricardo Ryller, Murilo, João Palhinha.

Árbitro: Fábio Veríssimo (VAR: João Pinheiro)

Golos: Wellington (3 min); Dyego Sousa (49 min).
Amarelos: Paulinho (Sporting de Braga, 41 min), Marcelo Goiano (48 min), Jackson Martinez (55 min), Pedro Sá (81 min), Ewerton (90 min).
Vermelhos: Wilson Manafá (vermelho direto, 90 min).