Motonáutica em Portimão convida a ir «À Raiz do Sabor»

  • Print Icon

Cidade Europeia do Desporto deu hoje início a um fim de semana recheado de provas aquáticas, com o Grande Prémio de Portugal em Aquabike, que se junta ao início da Algarve Chefs Week que quer todos, turistas e residentes, a experimentar os sabores requintados dos hotéis de cinco estrelas.

Isilda Gomes, «uma presidente radical», que já experimentou «barcos de F1, piruetas em Ferraris e uma volta pelo autódromo com Tiago Monteiro», confessa ter sido «desafiada» a organizar um Festival de Desportos Motonáuticos. Depois de ponderar, levou o desafio avante, e hoje, sexta-feira, 10 de maio, inicia o Grande Prémio de Portugal em Aquabike, prova do Circuito Mundial – Classe Pro, tutelada pela União Internacional de Motonáutica (UIM).

Na próxima semana, entre 17 e 19 de maio, aproveitando «o mesmo paddock, o que permite também poupar verba», o Grande Prémio de Motonáutica de Portugal volta a agitar as águas do Arade.

«Somos uma cidade virada para o mar, temos um espelho de água fantástico, e era uma pena não termos uma espécie de festival como este», justificou a autarca, que enaltece ainda o «saber receber do povo portimonense», que faz com que «todos queiram voltar à nossa cidade».

Isilda Gomes e Nicolo di San Germano

Num ano em que Portimão é Cidade Europeia do Desporto, Isilda Gomes afirma que a iniciativa tem sido um sucesso. Afinal de contas, só em abril, Portimão «recebeu mais de 70 eventos, de 38 modalidades diferentes, que perfizeram cerca de 25 mil desportistas a pisar 30 palcos da cidade».

Para este fim de semana, a edil portimonense destaca a prova noturna que tem lugar amanhã, sábado, dia 11 de maio, entre as 21 e as 23 horas. «Vai ser uma noite extraordinária para os portimonenses». E apela: «quero que estes eventos continuem a vir para a nossa cidade, mesmo quando não formos Cidade Europeia do Desporto».

O presidente da Federação Portuguesa de Motonáutica, Pedro Ferreira, revelou os números daquele que é «o ponto alto da motonáutica em Portugal»: são 28 países representados por «cerca de 90 pilotos»

Nicolo di San Germano, presidente da H20 Racing, promotora deste Grande Prémio, considerou que «tudo é perfeito em Portimão». Mas revelou ainda um lado solidário deste evento: «amamos a água e queremos ajudar os países onde ela ainda é um bem escasso». Assim, vai ocorrer uma angariação de fundos para ajudar o Burkina Faso.

Comitiva da organização com participantes do Grande Prémio.

Mas também há novidades para os mais novos. Contou San Germano que existirá uma «piscina com motos elétricas para as crianças, entre os 3 e os 9 anos, experimentarem gratuitamente o desporto aquático». No fundo, para este italiano amante das atividades aquáticas, vai ser «um fim de semana com uma combinação de espetáculo na água e excelente comida».

Excelente comida porque, pela primeira vez, Portimão alberga o pontapé de saída da Algarve Chefs Week, às 18 horas de sábado, 11 de maio. E acontece ali, bem perto das emoções aquáticas, na Zona Ribeirinha de Portimão, este ano sob o mote «À Raiz do Sabor».

Por 10 euros, os interessados podem degustar algumas das criações dos chefs dos restaurantes que aderem à iniciativa. Todos eles pertencentes a hotéis de cinco estrelas da região que, ao longo da semana, entre os dias 13 e 19 de maio, abrem as suas portas com menus de 30 euros por três pratos, «para receber turistas e algarvios, porque gostamos de receber todos».

Patrícia Correia, da Algarve Chefs Week

Quem o diz é Patrícia Correia, que integra a organização desta iniciativa, e que afirma que o objetivo, este ano, é «revisitar as receitas dos nossos avós e bisavós», relembrando «os aromas que nos abriam o apetite». A Algarve Chefs Week é, no fundo, uma forma de «passar uma mensagem à população local». E que mensagem é essa? «Os hotéis de cinco estrelas não têm de ter preços proibitivos, a porta está aberta a todos».

Para este ano, as expectativas da organização deste evento gastronómico são as melhores: «com esta simultaneidade entre a Chefs Week e os eventos aquáticos, esperamos uma grande afluência».