Daniela Campos é campeã europeia de eliminação de pista

  • Print Icon

Ciclista algarvia Daniela Campos conquistou ontem, sábado, 10 de outubro, o título europeu júnior de eliminação no Campeonato da Europa de Pista que decorre em Fiorenzuola d’Arda, Itália. Iuri Leitão vice-campeão europeu sub-23 na corrida por pontos.

A corredora portuguesa foi claramente a mais forte em pista, procedendo a várias seleções de valores, quando já restavam apenas as melhores atletas em competição.

Daniela Campos, confiante, fez a movimentação que decidiu quais as três corredoras que sobravam para disputar as medalhas e, na volta final, atacou para vencer isolada e conquistar a medalha de ouro.

A ciclista da Equipa Portugal alcançou a primeira medalha de ouro pessoal em grandes competições internacionais, sendo acompanhada no pódio pela checa Gabriela Bartova e pela representante dos Países Baixos Daniek Hengeveld.

«A Daniela Campos melhorou muito face à anterior corrida neste Europeu, controlando os fatores importantes da prova. É um título magnífico, muito importante para a Daniela, porque lhe dá um impulso de desenvolvimento futuro», considerou o selecionador nacional de pista, Gabriel Mendes.

Horas depois foi a vez de Iuri Leitão voltar a colocar a bandeira de Portugal no mastro junto ao pódio. O minhoto sagrou-se vice-campeão europeu sub-23 na corrida por pontos. Iuri Leitão esteve quase toda a corrida em posição de pódio, mas perdeu o lugar de honra à entrada para o último terço da competição.

No entanto, a volta e meia do final, Iuri Leitão arrancou poderoso para ser o primeiro a passar a meta na última volta, aquela em que a pontuação a dobrar.

A vitória no derradeiro sprint garantiu a Iuri Leitão dez pontos, que, somados aos que amealhara nas voltas anteriores, significaram a medalha de prata, com um total de 34 pontos, tantos como o terceiro classificado, o alemão Richard Banusch, e o quarto, o suíço Mauro Schid. O russo Gleb Syritsa venceu, confortavelmente, com 66 pontos.

«O Iuri teve um momento de transcendência, fazendo 800 metros no máximo das suas capacidades. Ultrapassou os corredores que vinham em fuga e triunfou no último sprint, feito essencial para podermos chegar ao pódio. Foi o corolário de corrida muito dura, perante adversários muito fortes», descreveu Gabriel Mendes

Em três dias de competição no velódromo ao ar livre italiano, a Equipa Portugal soma quatro medalhas. Às duas de ontem juntaram-se a prata de Iuri Leitão na eliminação sub-23 e o bronze de Maria Martins em scratch.

A ribatejana também competiu no sábado, sendo a 11ª classificada na corrida por pontos de sub-23 femininas, uma prova ganha pela italiana Silvia Zanardi.