Algarvio João Rodrigues conquista a Volta em apoteose no Porto

  • Print Icon

João Rodrigues (W52-FC Porto) venceu hoje a 81ª Volta a Portugal Santander, graças ao triunfo na décima e última etapa, o contrarrelógio de 19,5 quilómetros, que ligou Gaia ao Porto, numa jornada apoteótica, testemunhada por largas dezenas de milhares de espectadores, que ladearam a estrada.

O corredor algarvio fez uma impressionante demonstração de força no exercício individual de hoje, completando o percurso em 27m31s, menos 15 segundos do que o companheiro de equipa, Gustavo César Veloso. Joni Brandão (Efapel) partiu de amarelo, mas não foi além da terceira posição na etapa, a 27 segundos do rival.

O chefe-de-fila dos portistas entrou muito forte no contrarrelógio, ganhando 21 segundos a Joni Brandão logo nos primeiros 8 quilómetros de prova. A partir daí, João Rodrigues pôde gerir melhor as forças, ao passo que Joni Brandão estava obrigado a lutar contra o prejuízo. O feirense não conseguiu superar o adversário e João Rodrigues conquistou a Volta a Portugal, aos 24 anos.

A corrida chegou ao último dia com alguma ilusão de equilíbrio, mas as contas finais mostraram a hegemonia da W52-FC Porto foi semelhante à dos anos anteriores. João Rodrigues impôs-se, com 27 segundos de vantagem sobre Joni Brandão. Mas todos os restantes elementos do top 5 final são portistas, Gustavo César Veloso, a 1m08s do vencedor, António Carvalho, a 2m32s, e Edgar Pinto, a 3m14s. Além disso, os portistas ganharam 5 das 11 etapas (incluindo prólogo) da competição.

A W52-FC Porto arrebatou ainda a classificação por equipas e ganhou por pontos, através de Daniel Mestre. Luís Gomes (Rádio Popular-Boavista) foi coroado rei dos trepadores e o também algarvio Emanuel Duarte (LA Alumínios-LA Antarte).