Loulé mostra «Bonecas que contam histórias» de Filipa Faísca Sousa

  • Print Icon

Exposição insere-se no projeto Loulé Criativo e na estratégia da Câmara Municipal para «a preservação e promoção das suas artes e ofícios tradicionais, enquanto elemento essencial da identidade local».

A inauguração da exposição «Bonecas que contam histórias», de Filipa Faísca Sousa, acontece hoje, quinta-feira, dia 13 de fevereiro, às 18h00, no Palácio Gama Lobo. O município louletano descreve a autora como «sábia conhecedora das tradições e cultura do interior de Loulé».

Cada boneca presente nesta mostra retrata ao pormenor um ofício, uma tradição ou mesmo um costume do interior do concelho.

Filipa Faísca de Sousa nasceu no sítio do Borno, em Querença, a 22 de maio de 1934. Em tenra idade começou a interessar-se por cantigas, contos, orações e lengalengas da cultura popular que ouvia de sua mãe ou que aprendia no seu dia-a-dia.

Nos anos 80, começou a fazer artesanato, nomeadamente a confecionar bonecas de trapo que contam parte da cultura local, falam das gentes e da vida no campo, tendo cada uma delas uma quadra que conta a sua história e a sua atividade.

Os interessados poderão visitar a exposição até ao dia 15 de março, de segunda a sexta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00, e aos sábados, das 9h00 às 15h00. A entrada é livre.