ICNF e GNR juntos em patrulha noturna na Costa Vicentina

  • Print Icon

O Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), através das direções regionais do Algarve e Alentejo, em conjunto com a Unidade de Controlo Costeiro (UCC) da Guarda Nacional Republicana (GNR), levou a cabo uma ação de fiscalização, ontem à noite no Parque Natural do Sudoeste Alentejo e Costa Vicentina (PNSACV).

A operação envolveu 15 viaturas (oito do ICNF e sete UCC) e 46 agentes (21 Vigilantes da Natureza e 25 militares + grupo de intervenção). Da operação resultou o levantamento de 190 autos de notícia por contraordenação resultante de campismo e caravanismo selvagem, bem como estacionamento em locais não permitidos.

O campismo e caravanismo selvagem, tal como o estacionamento de viaturas sobretudo para pernoita, é um problema identificado há muito e que constitui fator de destruição de habitats, alguns deles protegidos.

Além disso, representa uma ocupação ilegal da qual resulta uma degradação dos locais utilizados por deposição descontrolada de resíduos que se espalham pelos locais ocupados indevidamente.

Além das ações de fiscalização que têm como objetivo desincentivar práticas ilegais e fortemente degradadoras de uma área de elevado valor natural, mas também turístico, o ICNF encontra-se a trabalhar em conjunto com os municípios abrangidos, no sentido de elaborar um manual orientador da criação de mais oferta de parques de autocaravanismo, tendo em vista o ordenamento desta atividade no PNSACV.