• Print Icon

Ciclo de workshops e ações de capacitação «Via Algarviana – Um Elogio à Natureza» arranca este mês para vários segmentos.

Setembro é o mês de arranque para as ações de capacitação e workshops temáticos inseridos na candidatura «Via Algarviana – Um Elogio à Natureza». Ao todo, serão desenvolvidas 70 ações, distribuídas pelos municípios de baixa densidade de Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Monchique e Vila do Bispo, parceiros do projeto.

A Via Algarviana e as suas infraestruturas complementares vão ser utilizadas para ajudar a interpretar este território em diferentes temáticas, nomeadamente turismo sustentável, geodiversidade, biodiversidade, botânica e património cultural, dirigidas a empresários, decisores e técnicos de administração regional e local e população.

Via Algarviana para empresários.

A base de preparação para estas atividades teve como ponto de partida os resultados dos inquéritos de opinião destinados aos diversos públicos-alvo das ações, procurando corresponder às necessidades formativas manifestadas.

O objetivo principal das ações de capacitação é dotar os empresários da região, que operem ou que estejam instalados ao longo do território Via Algarviana, bem como os técnicos de turismo, cultura, ambiente e desporto dos municípios parceiros, juntas de freguesia, postos de turismo da Região de Turismo do Algarve (RTA) e Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) de informação válida nas diferentes áreas em oferta.

Via Algarviana para o público.

Já os workshops temáticos destinam-se ao público com interesse nestes temas.

A primeira ação é já na segunda-feira, dia 23 de setembro, em Aljezur, com o módulo de «Património Cultural» destinado às entidades de administração regional e local da região do Algarve.

As ações serão dinamizadas por técnicos especializados nas diferentes áreas em causa, através de uma parceria alargada que inclui os municípios de Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Monchique e Vila do Bispo, a Direção Regional de Cultura do Algarve, Associação A Nossa Terra, Centro Ciência Viva de Tavira, Birdland, GeoWalks&Talks e Walkin’Sagres em colaboração com a Associação Almargem, promotora da iniciativa.

A última ação inserida neste ciclo de educação ambiental informal acontece no dia 10 de novembro, também em Aljezur, com um workshop temático na área da geodiversidade, destinado ao público.

Todas as ações decorrem das 9h30 às 13h30 e são gratuitas, mas de inscrição limitada e obrigatória.

Ações institucionais.

A calendarização completa e respetivos formulários de inscrição encontram-se disponíveis no website da Via Algarviana.

Estas ações resultam de uma candidatura apresentada pela Almargem, aprovada pelo Fundo Ambiental, incluída no aviso «EducarTE: Educar para o Território», no âmbito do programa de Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020.

O projeto «Via Algarviana – Um Elogio à Natureza» insere-se na candidatura aprovada pelo Fundo Ambiental ao programa “EducarTE: Educar para o Território”, aprovada pelo Fundo Ambiental no âmbito do programa de Estratégia Nacional de Educação Ambiental 2020.

«Via Algarviana – Um Elogio à Natureza» assenta numa estratégia regional de educação ambiental que abrange os municípios de Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Monchique e Vila do Bispo, desenvolvendo ações de valorização nos territórios de baixa densidade que pretendem envolver os cidadãos, as escolas, o setor empresarial, decisores e técnicos de administração regional e local.

Este conjunto de ações pretende ter repercussão pelos restantes municípios parceiros da GR13 – Via Algarviana, fazendo parte dos seus contínuos objetivos de sensibilização e promoção do interior algarvio, dando a conhecer um outro Algarve.