Vila do Bispo inaugurou monumento de homenagem aos combatentes

  • Print Icon

O município de Vila do Bispo inaugurou hoje, terça-feira, 9 de abril e Dia do Combatente, um monumento em homenagem aos combatentes, numa cerimónia presidida pelo presidente da Câmara Municipal, Adelino Soares.

Nesta cerimónia discursaram ainda o presidente da Liga dos Combatentes, Tenente General Joaquim Chito Rodrigues, o vice-cônsul britânico no Algarve, Clive Jewell, o embaixador da Austrália em Portugal, Peter Rayner e o presidente da Associação dos Ex-Combatentes do Concelho de Vila do Bispo, Bernardino Martins.

Seguiu-se o descerramento de uma placa comemorativa, a deposição de uma coroa de flores e a bênção do monumento pelo padre José Chula. Com este monumento, a autarquia pretende «homenagear todos os militares do concelho falecidos na 1ª Guerra Mundial (em 1918), na Guerra do Ultramar (em 1962, 1966, 1968 e 1969) e, igualmente, os 10 aviadores da Royal Air Force (9 Ingleses e 1 Australiano), falecidos no dia 22 de março de 1943, na Praia do Tonel, em Sagres, em plena 2ª Guerra Mundial.

Além disso, este monumento evocativo constituiu, igualmente, uma homenagem e uma forma de reconhecimento do concelho a todos os combatentes locais que prestaram o seu serviço a Portugal na Guiné, em Angola, em Moçambique e no antigo estado da Índia (Goa, Damão e Diu), durante a Guerra do Ultramar (de 1961 a 1974).

A cerimónia terminou com a celebração de uma missa de sufrágio na Igreja de Nossa Senhora da Conceição, em Vila do Bispo. Esta iniciativa, organizada pela Câmara Municipal, contou com o apoio da Associação dos Ex-Combatentes do concelho de Vila do Bispo e da Liga dos Combatentes.