Vendedores sem proteção ficaram sem produtos em Mercado de Quarteira

  • Print Icon

GNR apreendeu produtos aos vendedores do Mercado de Frutas e Legumes, ao ar livre, que não usaram equipamento de proteção e Junta de Freguesia suspendeu licenças.

O presidente da Junta de Freguesia de Quarteira, Telmo Pinto, esteve presente, juntamente com o seu executivo, na manhã de ontem, quarta-feira, 24 de junho, no Mercado de Produtores de Frutas e Legumes, para implementar novas regras junto dos vendedores, para o funcionamento seguro do espaço, tendo também, uma vez mais, sensibilizado a população para o uso de máscaras e manutenção do cumprimento das distâncias sociais.

Uma vez que o mercado se realiza num recinto ao ar livre, «não é possível controlar as entradas e saídas, nem obrigar a população a usar máscara». Sendo este um mercado com forte adesão popular e estando a Junta de Freguesia «atenta e em constante salvaguarda pela segurança e saúde de todos», foi imposta uma nova regra aos vendedores, com base das diretrizes dadas pelo Governo e pela Direção-Geral da Saúde – a venda de produtos exclusivamente a quem se encontre no local com equipamento de proteção individual.

Visto que algumas pessoas não cumpriram com as imposições, o resultado foi uma intervenção da Guarda Nacional Republicana (GNR) com a apreensão dos produtos de vendedores não autorizados e a suspensão, pela Junta de Freguesia, de três vendedores para o próximo mercado, como forma de inibição pelo não cumprimento das novas medidas.

A Junta de Freguesia de Quarteira «estará sempre a par das decisões impostas pelas entidades competentes e cumprindo à risca todas as recomendações. Estamos aqui para trabalhar em prol da segurança de todos, sendo que a irresponsabilidade de uns não pode pôr em causa a saúde de todos».