UAlg melhora largura de banda e condições para suportar teletrabalho

  • Print Icon

Academia implantou diversas melhorias no sistema informático.

A Universidade do Algarve (UAlg) beneficiou recentemente de um aumento da largura de banda disponível no acesso à Rede Ciência, Tecnologia e Sociedade (RCTS), passando de 1 Gbps (gigabits por segundo) para 10 Gbps.

Este upgrade foi realizado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), através da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), e permitiu que a UAlg cumprisse, desde o primeiro momento, as diretrizes da Direção-Geral de Saúde e do Governo Português, passando, desde o dia 16 de março, a funcionar na sua quase globalidade em regime de teletrabalho.

Para tal, «muito contribuiu o investimento feito em novas tecnologias no passado recente, permitindo uma maior flexibilidade e mobilidade para todos os membros da Academia algarvia».

«Quando se percecionou que o único caminho possível para assegurar o funcionamento da Instituição seria através do teletrabalho», os Serviços de Informática da UAlg «puseram em prática um plano para estender o acesso dos recursos informáticos à casa de cada estudante, docente e funcionário».

Joel Guerreiro, diretor dos Serviços de Informática da instituição de ensino, explica que «num primeiro momento, foi organizado o serviço de suporte para que, preferencialmente de forma remota, se apoiasse a configuração dos postos de trabalho que iriam ser utilizados».

Acrescenta que «foi disponibilizado o acesso por VPN (Virtual Private Network) à Instituição e configurado o sistema de comunicações de voz, permitindo a qualquer pessoa, em teletrabalho, receber e realizar chamadas telefónicas através dos números de contacto internos e externos da UAlg».

Numa altura em que o isolamento social é essencial, «a colaboração entre todos os membros da Comunidade Académica necessita de ser feita de uma forma ainda mais eficiente». A pensar nisso, «foram disponibilizados numa segunda fase, através do Microsoft Teams, espaços de colaboração, organizados para os mais diversos serviços, grupos de trabalho, centros de investigação e para a totalidade de unidades curriculares em funcionamento».

Para facilitar o trabalho dos docentes na interação diária com os seus alunos, os Serviços de Informática integraram no Microsoft Teams a plataforma Moodle (sistema de tutoria eletrónica) e a aplicação Zoom (aplicação de videoconferência), disponibilizando assim uma solução integrada para o ensino a distância.

Ainda neste âmbito, a UAlg tem também disponíveis ferramentas para a realização de testes, em modo seguro, na sua plataforma de tutoria eletrónica, permitindo a normal realização das provas de avaliação. Foi também disponibilizado, a partir de casa, o acesso a salas de aula de informática virtuais a todos os docentes e estudantes.

Para potenciar ao máximo a utilização deste vasto leque de soluções, foi criado na intranet da UAlg um espaço que canaliza os utilizadores para as diversas ferramentas, sendo disponibilizados manuais e vídeos explicativos direcionados ao utilizador. Esta estratégia foi reforçada com formações internas à distância, realizadas pelos Serviços de Informática.