TOMI desenvolve nova experiência que torna o Algarve mais acessível a todos

  • Print Icon

O TOMI continua a ter um papel ativo na promoção de cidades mais inclusivas, tendo lançado recentemente, a sul do país, o TOMI For All, que adapta os serviços disponíveis na plataforma a pessoas com deficiência.

Na ótica do design acessível, o TOMI desenvolveu uma experiência mais autónoma para os seus utilizadores e garante que todos, independentemente das suas necessidades físicas ou cognitivas, possam procurar informação e serviços inteligentes na plataforma.

As novas evoluções da plataforma incluem um modo de acessibilidade para cidadãos com mobilidade reduzida, crianças ou pessoas de baixa estatura. Ao ser ativado este modo, o TOMI reposiciona a área interativa, tornando-a completamente acessível a pessoas em cadeira de rodas.

Para melhorar a experiência a pessoas com baixa visão ou cegas, o TOMI permite alterar o contraste, aumentar o tamanho de letra e ainda ativar a leitura em voz alta dos conteúdos do ecrã e aumentar o tamanho da letra e contraste. A navegação é feita através do toque no ecrã e a resposta é devolvida por sinal sonoro, realizando a leitura dos conteúdos textuais (descrições, moradas, informações adicionais), imagens e menus de navegação. Depois de ativado, o cidadão pode realizar um breve tutorial de navegação no seu idioma.

Para as pessoas com deficiência auditiva foram desenvolvidos vídeos interativos em língua gestual que explicam como utilizar o TOMI.

Para José Agostinho, CEO da TOMI WORLD «o TOMI For All é um projeto que promove a inclusão e a autonomia dos cidadãos, permitindo que todos consigam procurar informação e aceder a serviços no TOMI, de forma adaptada às suas necessidades. O TOMI está a promover cidades mais acessíveis e inclusivas, no contexto do turismo e da cidadania».

Já Ana Garcia, presidente da Accessible Portugal, que acompanhou o desenvolvimento do TOMI For All, considera o projeto inovador e arrojado. «As soluções que o TOMI For All preconiza, desenvolveu e continua a desenvolver, são únicas em Portugal e a nível internacional. Estando os equipamentos em espaços públicos, esta oferta inclusiva faz todo o sentido».

Esta evolução faz parte dos objetivos do TOMI de tornar as cidades mais inteligentes e acessíveis e está já disponível em cerca de 100 cidades em Portugal, Brasil e Chile.