Tabela periódica gigante em croché no Centro Ciência Viva de Lagos

  • Print Icon

Peça envolveu 100 pessoas com idades entre os 6 e os 93 anos de 14 nacionalidades dos cinco continentes, num total de 1000 horas de trabalho.

O Centro Ciência Viva de Lagos tem em exposição uma Tabela Periódica de 17 metros quadrados (4,5 por 3,8 metros) feita em croché.

O desafio do croché, coordenado pela bióloga Alexandra Nobre (STOL – Science Throught Our Lives/ Departamento de Biologia-Universidade do Minho), habituada a divulgar ciência com recurso à arte e às manualidades, rapidamente se tornou num projeto colaborativo WIP (Work in Progress) e sem fronteiras.

O objetivo foi fazer algo diferente, que tivesse impacto e promovesse a atenção das pessoas para o assunto da Tabela Periódica que se comemora no ano de 2019.

A Tabela Periódica em croché foi feita manualmente por cerca 100 pessoas, uma das quais membro da equipa do Centro, Tatiana Silva, com idades entre os 6 e os 93 anos, de 14 nacionalidades dos cinco continentes, e envolveu um total de 1000 horas de trabalho.

A peça final pesa 13 quilos e é composta por 250 rectângulos em croché no formato A4 (118 correspondem a elementos químicos, dois a elementos de inserção de lantanídeos e actinídeos e 130 retângulos brancos de preenchimento).

A Tabela Periódica em croché faz parte do programa de comemorações da Escola de Ciências da Universidade do Minho referente a 2019 – Ano Internacional da Tabela Periódica e estará em exposição no Centro Ciência Viva de Lagos até julho.