SEF deteta trabalhadores ilegais no Alentejo e no Algarve

  • Print Icon

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), no âmbito de uma operação de fiscalização realizada pela Autoridade para as Condições de Trabalho, em conjunto com a Guarda Nacional Republicana (GNR), numa exploração agrícola em Ferreira do Alentejo, notificou para abandono voluntário do Espaço Schengen, no prazo de 20 dias, quatro cidadãos estrangeiros em situação irregular no território nacional.

Ao todo, no local, encontravam-se 14 cidadãos estrangeiros, nomeadamente oriundos da América do Sul e Leste europeu, segundo informou o SEF esta sexta-feira, 30 de agosto.

Pela utilização de mão de obra ilegal, serão instaurados às entidades empregadoras os respetivos procedimentos de contraordenação.

Também no Algarve, em duas praias do concelho de Albufeira, o SEF, conjuntamente com a Polícia Marítima e com a GNR, levou a cabo várias ações de fiscalização a vendedores ambulantes. Foram identificados 15 cidadãos estrangeiros. Dois, encontravam-se em situação de permanência irregular pelo que foram notificados para abandonar o território nacional.

Foram ainda instaurados dois processos de contra ordenação a dois cidadãos estrangeiros por se encontrarem a exercer uma atividade profissional independente sem habilitação para o efeito.