São Brás de Alportel montou «Estendal Solidário» para dar e receber

  • Print Icon

«Estendal Solidário» foi montado no Jardim Carrera Viegas em São Brás de Alportel. Qualquer pessoa pôde deixar o seu contributo. Quem necessitasse, também poderia levar consigo algumas peças.

Vários estendais com roupa foram colocados no no Jardim Carrera Viegas, em São Brás de Alportel, no âmbito de uma iniciativa pioneira no município, inserida nas comemorações do Dia Internacional da Juventude, na quarta-feira, dia 12 de agosto.

No «Estendal Solidário» qualquer pessoa pôde deixar peças de roupa que não já não fizessem falta. Quem delas precisasse, por outro lado, era livre de escolher e apanhar o que quisesse.

Segundo Sandra Gameiro, voluntária na Loja Social de São Brás de Alportel há diversos anos, a ação teve como objetivo incentivar a troca de vestuário entre cidadãos, de forma a que a comunidade se habitue a trocar, reutilizar e ajudar o próximo, numa lógica de economia circular e solidária.

«Temos uma comunidade muito coesa e bastante colaborativa e o que pretendemos foi que as pessoas nos trouxessem roupa e, ao mesmo tempo, levassem artigos que necessitavam. Por exemplo, se nos entregassem 10, tinham direito a levar cinco. Estamos a falar de peças de roupa para crianças, jovens, adultos, para mulheres e homens e até calçado».

Ainda segundo a voluntária, a iniciativa ganhou uma especial importância devido à situação de crise pós-pandémica que se vive. «Sinto diferença na comunidade. Há mais necessidade, mais carência e mais pedidos de ajuda na Loja Social. A maior carência é na roupa de crianças e jovens entre os sete e os 16 anos».

Para Marlene Guerreiro, vice-presidente da Câmara Municipal, que também marcou presença no «Estendal Solidário», há de facto mais pedidos de ajuda.

No entanto, «as muitas respostas da autarquia atenuaram esses mesmos pedidos. A verdade é que não temos, até este mês de agosto, uma evolução ou um aumento de números como achávamos que íamos ter. Tenho é receio que o paradigma mude com o aumento do desemprego», disse ao barlavento.

Daí a importância de ações como o «Estendal Solidário», que apesar de contar apenas com uma edição, a autarca ambiciona que «existam mais no futuro». Trata-se de uma iniciativa da Loja Social de São Brás de Alportel, em parceria com os projetos «Jovens Seguros <> Famílias Felizes» e «Florestas Nossas».

Para quem quiser doar peças de vestuário ou calçado, a vice-presidente pede que sejam colocadas nos contentores de roupa que existem no concelho.