PS Algarve elogia inscrição do novo Hospital como objetivo da legislatura

  • Print Icon

A Federação Regional do Partido Socialista (PS) destaca a aposta do governo no reforço do Serviço Nacional de Saúde (SNS) concretizada no Orçamento do Estado (OE) para 2020 com 941 milhões de euros a mais face a 2019 e a inscrição do novo Hospital Central Universitário do Algarve como objetivo para esta Legislatura.

A Comissão Política da Federação Regional do PS Algarve sublinha que a referência explícita que é feita ao novo Hospital Central Universitário do Algarve em sede do Orçamento de Estado (OE) para 2020, nomeadamente com a sua inscrição nas Grandes Opções do Plano, demonstra o compromisso do governo em avançar nesta legislatura com a construção desta fundamental Infraestrutura de saúde para a região.

Em nota enviada à redação hoje, segunda-feira, 10 de fevereiro, o PS Algarve assinala que de facto, além dos cinco hospitais cuja construção já havia sido decidida na anterior legislatura, o novo Orçamento de Estado para 2020, aprovado na passada semana com os votos favoráveis do Partido Socialista e a abstenção do PCP, Verdes, BE e PAN, acrescenta agora o Hospital Central Universitário do Algarve.

Nas Grandes Opções do Plano (GOP), o governo assume agora a construção de seis novos hospitais, incluindo o novo Hospital Central do Algarve:

«É essencial promover a modernização das infraestruturas e dos equipamentos do SNS. Para tal, o governo irá:

• Promover a modernização dos equipamentos de prestação de cuidados do SNS concretizando os projetos em curso, nomeadamente os novos hospitais (Hospital Lisboa Oriental, Hospital Central do Alentejo, Hospitais de Proximidade de Sintra e Seixal, Hospital do Funchal, Hospital do Algarve)» (pág. 217).

O presidente do PS Algarve, Luís Graça, destaca que «pela primeira vez, em muitos anos, existe no Orçamento e nas Grandes Opções do Plano uma referência clara e explícita à concretização do Hospital Central do Algarve, uma luta antiga dos socialistas algarvios que merece ser sublinhada, embora este não seja o único investimento a realizar na área da saúde no Algarve».

O PS Algarve regista ainda na área da saúde o investimento previsto para a construção de um edifício de serviços de saúde em Loulé, que funcionará como sede da Unidade de Saúde Familiar Lauroé, da Unidade de Cuidados Continuados «Gentes de Loulé», do Centro de Saúde Universitário e da sede do ACES Central do Algarve num investimento de 4,6 milhões de euros em parceria com a Câmara Municipal de Loulé. 

Por outro lado, no quadro do Programa Plurianual de Investimentos, aprovado pelo governo, estão ainda previstos para 2020 aproximadamente 6,5 milhões de euros para melhoria de instalações e aquisição de equipamentos tanto ao nível hospitalar como dos cuidados de saúde primários.

A Comissão Política Regional dos socialistas algarvios reunida na sexta-feira, 7 de fevereiro, decidiu ainda agendar para dia 4 de abril o próximo congresso da Federação que terá lugar em Faro, elegendo Francisco Serra, presidente da Comissão Organizadora do Congresso.