Praia de Faro interdita a banhos devido a concentração de bactéria E. coli

  • Print Icon

Delegada Regional de Saúde interditou os banhos no mar na manhã de terça-feira, dia 13 de agosto. As análises feitas ontem indicaram valores «bastante superiores ao mínimo» da bactéria Escherichia coli, vulgarmente conhecida por E. coli

Os banhistas ficaram surpreendidos com a bandeira vermelha içada, apesar do mar estar convidativo a banhos. Pelo menos, aparentemente, pois a maré está contaminada com uma elevada concentração de bactérias fecais.

A Bandeira Azul foi retirada e Nuno Cortes Lopes, comandante da Capitania do Porto de Faro, sublinha ao «barlavento» que a situação «não é normal».

Segundo o mesmo, são feitas análises diárias, no período da manhã, à qualidade da água na Praia de Faro, pela APA/ Administração da Região Hidrográfica do Algarve.

«As amostras recolhidas na segunda-feira, 12 de agosto, foram analisadas e na manhã de hoje os resultados mostraram valores anormais. A Delegada Regional de Saúde recomendou-nos que a bandeira vermelha fosse içada e não íamos deixar de cumprir essas recomendações», resume Nuno Cortes Lopes.

Para o comandante esta é uma situação muito invulgar, «nunca antes observada no lado do mar da Praia de Faro. Não é normal e não me recordo de nada assim. Isto pode ter acontecido devido a uma eventual descarga de embarcação», especula.

Hoje foram recolhidas novas amostras e os resultados sairão na manhã de quarta-feira, dia 14 de agosto.

«Esperamos que amanhã já possa ser possível tomar banho na praia, mas até lá a bandeira vermelha ficará içada e a azul [indicador de praia com boa qualidade de água] arriada», conclui Nuno Cortes Lopes.