Mais de 3 mil crianças participaram em atividades infantis e ambientais em Olhão

  • Print Icon

Foram quatro dias de pura diversão e companheirismo, entre os dias 4 e 7 de junho, no Jardim Pescador Olhanense, onde decorreu mais uma Semana da Criança e do Ambiente, organizada pelo Município de Olhão.

«Conhecer o passado para preservar o futuro» foi o tema que juntou todos os alunos do pré-escolar e 1º Ciclo do ensino básico, público e privado, do concelho.

Animação não faltou nestes dias de muita diversão, em que os mais pequenos puderam brincar nos insufláveis, pintar num mural, percorrer circuitos gímnicos ou fazer pinturas faciais.

Também não faltou um espetáculo circo-teatral, intitulado «O Pirata Mexilhão, o salvador dos oceanos», malabaristas ou um circuito de prevenção rodoviária.

Para além da parte lúdica, as crianças olhanenses também tiveram oportunidade de conhecer trabalhos de expressão plástica realizados no âmbito do património local e das lendas de Olhão, onde a vertente ambiental está igualmente presente.

A empresa municipal Ambiolhão foi, aliás, uma das entidades a marcar presença nesta Semana do Ambiente promovendo várias iniciativas, assim como o Arquivo, a Biblioteca e o Museu municipais, para além da Divisão de Educação e Desporto e dos Bombeiros Municipais de Olhão.

Para António Miguel Pina, presidente da Câmara Municipal de Olhão, o balanço desta atividade «é extremamente positivo».

O edil acrescentou ainda que «as crianças olhanenses merecem esta iniciativa do município. É uma forma de celebrarmos a infância e de oferecermos diversão e conhecimento aos mais novos, que são o futuro deste concelho. Passaram pelo Jardim Pescador Olhanense mais de 3 mil crianças. Viveram-se quatro dias de muitas atividades».

Os Centros de Ciência Viva de Faro e Tavira, o Parque Natural da Ria Formosa, o Centro de Recuperação e Investigação de Animais Selvagens, a UCC Olhar + do Centro de Saúde de Olhão, o Zoomarine e a empresa Águas do Algarve também marcaram presença.