Docapesca iniciou requalificação da lota do porto de pesca de Olhão

  • Print Icon

Investimento ronda os 200 mil euros e tem um prazo de execução previsto de 120 dias, na sequência do concurso público lançado em dezembro.

A intervenção contempla a reorganização e repavimentação do espaço interior da lota, onde se realizam operações de receção, acondicionamento e primeira venda de pescado fresco após desembarque, com um revestimento antiderrapante com elevados níveis de resistência mecânica, durabilidade, continuidade e otimização nas operações de higienização.

No espaço exterior estão previstos trabalhos que compatibilizem as novas cotas dos pavimentos interiores com os portões e pavimentos exteriores.

Esta empreitada insere-se num conjunto de intervenções que visam a reorganização e melhoria das condições de trabalho na área portuária de Olhão, estando enquadrada «no objetivo estratégico da Docapesca de modernização e beneficiação dos estabelecimentos de primeira venda de pescado e áreas adjacentes».

A atividade da lota mantém-se através da instalação de uma lota provisória em parte do edifício, enquanto a restante estiver a ser intervencionada.