Ministério do Mar investe 413 mil euros na dragagem do porto de Lagos

  • Print Icon

Seguindo orientações da Ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, a Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) está a avançar com um investimento de 2 milhões de euros em dragagens nos portos de Lagos, Peniche, Póvoa de Varzim e Vila do Conde, respondendo às necessidades de intervenção para salvaguarda da segurança no acesso a embarcações e melhoria das condições de navegabilidade nestes portos.

Os portos de Lagos e de Peniche vão ser objeto de investimentos em dragagens, tendo sido aberto, no mês de junho, o respetivo concurso público com os dois lotes, no montante de 413 mil euros em Lagos, com um volume de 79 mil metros cúbicos (m3) de sedimentos a dragar e prazo de execução de três meses, e de cerca de 792 mil euros em Peniche, com um volume de 113 mil m3 e prazo de execução de quatro meses.

Igualmente em Vila do Conde já foi aberto o respetivo procedimento concursal, após o levantamento das quantidades a dragar.

Já em relação à dragagem do porto de Póvoa de Varzim, foi já adjudicada e os trabalhos iniciam-se esta semana.

Representa um investimento de 500 mil euros para a dragagem de 110 mil m3 de sedimentos, devendo decorrer durante cerca de quatro meses.

No conjunto das quatro intervenções, prevê-se um investimento total de cerca de 2 milhões de euros.

Com estas decisões, a Ministra do Mar responde assim às necessidades de investimento de salvaguarda das medidas de operacionalidade no acesso aos referidos portos de pesca.