Lagos reuniu 45 mil euros em donativos para equipamento de proteção

  • Print Icon

Material vai ser distribuído por várias instituições.

A Conta Solidária criada no final do mês de abril pela Câmara Municipal de Lagos, em colaboração com a Santa Casa da Misericórdia, para reunir donativos de empresas, particulares e instituições para o combate à COVID-19, reuniu cerca de 45 mil euros.

A quase totalidade dessa verba, «resultante da generosidade de empresas e particulares, onde se incluem igualmente muitos cidadãos de comunidades estrangeiras residentes em Lagos», foi já aplicada na aquisição de 47000 máscaras cirúrgicas, 4200 máscaras FFP2, 1310 litros de líquido gel desinfetante, 450 fatos e luvas.

Estes equipamentos e consumíveis irão começar a ser distribuídos por instituições que estão na primeira linha de intervenção e prestam serviços de apoio à população local, designadamente a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Lagos, a Delegação de Lagos da Cruz Vermelha Portuguesa, o Centro de Saúde de Lagos, o Hospital de Lagos, o Hospital de Portimão, a Santa Casa da Misericórdia de Lagos, a NECI e o CASLAS.

Hugo Pereira, presidente da Câmara Municipal de Lagos, e Fernando Graça, Provedor da Santa Casa da Misericórdia de Lagos, fizeram questão de acompanhar as operações de organização dos lotes que irão começar a ser entregues às entidades, uma logística que tem estado a ser preparada no Lar Rainha D.ª Leonor, na cidade lacobrigense.

Ambos sublinharam «a importância do envolvimento da sociedade civil nesta causa que é de todos, assim como o espírito de solidariedade inerente a estas doações, pois além de se traduzirem em apoios efetivos aos profissionais que estão mais expostos ao risco da pandemia, acabam por ser também mensagens de encorajamento».