Lagoa coloca-se ao lado da GNR depois de situações de desrespeito

  • Print Icon

Registadas duas situações de não acatamento das medidas em vigor, uma delas onde um militar foi agredido com uma garrafa.

O presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Luís Encarnação, manifestou a sua solidariedade aos militares da GNR que estão a fazer cumprir as medidas impostas pelo estado de emergência neste concelho algarvio.

Perante duas ocorrências pontuais de não acatamento das medidas em vigor, registadas em Carvoeiro e Lagoa no decurso da última semana, Luís Encarnação mostrou-se «preocupado e solidário com as forças de segurança».

Numa delas, um militar da força de segurança acabou mesmo por ser agredido com uma garrafa.

Afirmou ainda a disponibilidade do município «para colaborar quer na denúncia de incumprimentos, quer na articulação interinstitucional que facilite a aplicação das medidas decretadas pelo estado de emergência».

O edil sublinhou, na mesma ocasião, que «os casos de desrespeito são casos isolados. O que é de enaltecer é a conduta exemplar da esmagadora maioria dos cidadãos e cidadãs lagoenses».

Esta oportunidade foi aproveitada para renovar o apelo a todos «para que sigam as recomendações da Direção Geral de Saúde e das autoridades de segurança, a quem compete fazer cumprir o estado de emergência em vigor».