GNR apreende arma em Silves após investigação por violência doméstica

  • Print Icon

Foram também apreendidas munições.

A Guarda Nacional Republicana, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE) de Portimão, apreendeu ontem, quinta-feira, dia 2 de abril, uma arma de fogo, no concelho de Silves.

No âmbito de uma investigação relacionada com violência doméstica, os militares deram cumprimento a três buscas: uma no local de trabalho do suspeito, de 57 anos, uma na autocaravana onde reside e a terceira no seu veículo. Daqui, resultou a apreensão de uma arma de fogo em situação ilegal e seis munições.

A vítima, de 46 anos, ex-companheira do agressor, foi sujeita a agressões físicas durante cerca de um ano, tendo inclusivamente de ser hospitalizada da última vez que foi violentada. Nessa altura apresentou queixa à GNR e saiu de casa, indo viver para Setúbal.

O suspeito foi constituído arguido por posse de arma ilegal, tendo os factos sido remetidos para o Tribunal Judicial de Silves.