Festival Jovens Músicos traz artistas promissores a Loulé

  • Print Icon

Festival é organizado pela Antena 2 e a RTP, em parceria com a Fundação Calouste Gulbenkian, a Câmara Municipal de Loulé e a ESMAE – Escola Superior de Música e Artes do Espetáculo (Porto).

Nesta sua 10ª edição, que decorre até dia 26 de setembro e que conta com a transmissão online de concertos de edições anteriores e a realização de algumas atuações ao vivo, com público e com exibição em streaming através da Antena 2 e da RTP Palco, o festival ruma pela primeira vez a sul, a Loulé (além de Lisboa e Porto), com dois concertos que apresentam os mais promissores criadores e intérpretes da nova geração.

A 23 de setembro, às 21h30, o Tomás Marques Quarteto (jazz) atua no Auditório do Solar da Música Nova e, a 25 de setembro, o Quarteto Tejo (música clássica) apresenta-se na Igreja da Misericórdia de Loulé, também às 21h30. Ambos os concertos serão transmitidos em direto pela Antena 2 e RTP Palco.

Tomás Marques Quarteto é uma banda formada pelo saxofonista que lhe dá nome, propositadamente para o Prémio Jovens Músicos. Sendo todos alunos da Escola Superior de Música de Lisboa, Tomás reuniu estes amigos para o concurso, avançando assim com um novo quarteto.

Tomás Marques no saxofone, Samuel Gapp no piano, Rodrigo Correia no contrabaixo e Diogo Alexandre na bateria têm tocado com os maiores nomes do jazz português, solidificando estas novas caras no Jazz em Portugal. À volta de um jazz moderno, cheio de influências, tocam composições do saxofonista. Este agrupamento foi reconhecido com o Prémio Jovens Músicos 2019 na categoria «Jazz Combo».

O Quarteto Tejo, formado em 2018, teve origem nas margens do rio que lhe dá o nome, em Belém, após os quatro músicos residentes no estrangeiro se terem encontrado num curso de aperfeiçoamento e tocado em conjunto.

O entusiasmo por abordar a música sem barreiras formais e experimentar diferentes sentimentos e ideias em união, levou-os a formalizar o quarteto. Este projeto musical é um bilhete para Portugal de Inglaterra, Suíça, Bélgica e Alemanha. É uma viagem de quatro indivíduos à exploração do seu gosto comum pela música.

Ambos os concertos estão destinados ao público em geral, tendo uma duração aproximada de 60 minutos cada e com entrada gratuita (lógica de acesso que se estende a todo o festival) mas limitada, exigindo obrigatoriamente o levantamento prévio de convite na receção do Cineteatro Louletano.