Feira da Serra de São Brás recebeu mais de 38 mil pessoas em edição recorde

  • Print Icon

A edição de 2019 do certame bateu todos os recordes de visitantes – entre 25 e 28 de julho, recebeu mais de 38.000 visitantes, resultados que, para o município de São Brás de Alportel, consolidam a aposta nos quatro dias deste evento.

Novamente em formato de quatro dias, o certame que é já uma referência no calendário de animação do verão algarvio e voltou a abrir as suas portas «com o que de melhor e mais genuíno é feito na região», assumindo-se como ponto de encontro do empreendedorismo local e regional.

A cerimónia de inauguração oficial aconteceu na quinta-feira, dia 25 de julho, e contou com a presença do Secretário de Estado da Proteção Civil, José Artur Neves, entre inúmeras entidades regionais e locais. Entre elas estava o «padrinho» da edição de 2019 da Feira da Serra – Vitor Neto, Presidente da Direção do NERA, Associação Empresarial da Região do Algarve.

Após a visita ao certame, o secretário de Estado considerou tratar-se de um evento que transmite as tradições «do meio rural e da serra, que persistem até aos dias de hoje. Sente-se aqui um projeto de futuro e um futuro risonho para esta terra».

Na ocasião, o Presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, enalteceu o potencial turístico de São Brás de Alportel, uma autêntica «porta aberta à Serra, e Janela sobre o Mar», enquanto Jorge Botelho, Presidente da Comunidade Intermunicipal do Algarve (CI-AMAL) sublinhou a importância desta Feira da Serra enquanto evento regional de crescente relevo.

Vitor Guerreiro, líder do executivo de São Brás de Alportel, revelou os objetivos da Feira da Serra, «enquanto eixo primordial de desenvolvimento local e de promoção do concelho, cada vez mais atrativo no contexto da região e do país».

Neste evento, mais sustentável e identitário na edição deste ano, foi ainda apresentado o Portal de Comércio e Serviços de São Brás de Alportel, uma nova iniciativa da autarquia no âmbito da sua estratégia de promoção da economia local, que criou uma «montra online» do empreendedorismo concelhio.

De forma totalmente gratuita, todas as empresas do concelho estão agora à distância de um clique.

Mas, muito mais do que apenas um festival de artesanato ou gastronomia, ao longo de quatro dias o recinto da Feira da Serra voltou a proporcionar aos seus visitantes uma rota de experiências para toda a família, com variada animação.

Em 2019, os 20 mil metros quadrados do recinto da feira foram totalmente preenchidos por 18 diferentes espaços, entre os quais o Sítio do Figo, em homenagem ao convidado de honra; a Aldeia Serrana, coração da Feira, que guarda o artesanato e produtos locais; o Encontro de Sabores, o lugar da gastronomia; o Picadeiro, onde imperou a arte equestre; o Sítio dos Curiosos, espaço de animação infantil; o Sítio dos animais, que atrai miúdos e graúdos; a Praça do Município; o Encontro de Ofícios; o Mercado vai à Feira; o Sítio do Vinho, que veio para ficar; os Jardins da Serra e do Barrocal, com propostas para levar a natureza para a sua casa; a Praça da Diversão; a Casa do Artesão, que esteve de visita na Feira da Serra pela primeira vez e a Street Área, Estação da Feira que voltou a marcar encontro com diversos projetos ambientais e turísticos, acompanhados por várias propostas de Street Food.

Nesta edição, verificou-se também a presença de muitos visitantes estrangeiros, um «enorme aumento» da venda antecipada de bilhetes online e uma adesão do público ao Eco Copo que contribuiu para a redução substancial dos plásticos descartáveis no recinto.

A animação músical, essa, também não faltou à chamada. O Palco Principal da Feira da Serra foi inaugurado pelos Calema na quinta-feira, dia 25. No dia seguinte, sexta-feira, 26 de julho, o repertório dos Gipsy Kings by Diego Baliardo contagiou os presentes. No sábado, dia 27, Domingos Caetano trouxe o rock nacional a São Brás de Alportel, numa noite que contou ainda com os HMB. A Feira da Serra encerrou com uma homenagem a Amália Rodrigues com o projeto «Cantar Amália», que contou com os fadistas Anabela, Joana Amendoeira e Duarte.

Para o presidente da Câmara Municipal de São Brás, Vítor Guerreiro, «ao fim destes quatro dias de emoções fortes, o sentimento é de dever cumprido e de gratidão», deixando o autarca um agradecimento muito sentido «a todos os intervenientes que tornaram possível este êxito, desde artesãos a produtores, empresários, empreendedores, associações, entidades, jovens voluntários, animadores, artistas, equipa de enfermeiros do posto de socorro, Guarda Nacional Republicana e Bombeiros Voluntários. Um agradecimento a todos os patrocinadores que contribuíram para o sucesso desta edição», não esquecendo também «a comunidade são-brasense pela ativa participação e envolvimento».

Por último, Vítor Guerreiro lançou ainda um agradecimento «muito especial a toda a equipa da Câmara Municipal de São Brás de Alportel, trabalhadores incansáveis e dedicados, e a todas as equipas das mais diversas áreas».