Estátua farense de D. Afonso III vai ser restaurada

  • Print Icon

O município de Faro arrancou com o restauro da estátua de D. Afonso III, situada no largo homónimo, na Vila Adentro, e onde também se encontra instalado o Museu Municipal de Faro.

Esta estátua é uma das esculturas mais conhecidas da cidade e reclamava por restauro há algum tempo. D. Afonso III, também conhecido como Bolonhês, aparece aqui representado em bronze, com mais de 2 metros de altura, assente numa base em cantaria e um pedestal ligeiramente tronco-piramidal.

Ao contrário de outras conhecidas figuras da primeira dinastia, acompanhadas de utensílios militares, este monarca surge aqui com um ceptro, numa postura rígida e de semblante sério.

A ideia da construção desta estátua data de 1954 quando o governo decidiu oferecer a cada capital de região uma estátua de uma figura histórica associada à memória desse local.

A decisão cabia às autarquias e entidades locais, ficando a escolha em D. Afonso III, apesar de outros nomes terem sido apresentados. Convém não esquecer que se tratava do nome associado à conquista definitiva do território algarvio e à campanha vitoriosa em Faro com a ajuda da Ordem de Santiago, liderada pelo carismático Paio Peres Correia.

Com mais este restauro, levado a cabo pela equipa de conservação do Museu Municipal de Faro, já reconhecida com uma das melhores do Pais, e com o apoio da Samicofra – Cofragens e Andaimes, dá-se seguimento à estratégia de restauro e valorização do património histórico do nosso concelho. A realização de diversas obras de proteção do património tem resultado na recuperação de diversos trabalhos e tem sido um fator de promoção do respeito e conhecimento da História neles contida.