Dom Rodrigo de Lagos entrou no Guinness com mais de 120 quilos

  • Print Icon

Objetivo inicial de 100 quilogramas foi ultrapassado pelas 8 doceiras do concelho que entraram nesta aventura. O doce foi apresentado e saboreado pelos visitantes no 1º dia da Feira Concurso Arte Doce, a 26 de julho.

A tarefa de confecionar o maior Dom Rodrigo do mundo teve a presença de dois técnicos e de um representante do Guinness World Records, que controlaram o rigoroso processo de produção do doce.

Durante 3 dias (de 24 a 26 de julho), as 8 doceiras locais prepararam a iguaria com base na receita mais tradicional que teve origem no Convento da Nossa Senhora do Carmo, em Lagos – foram usados 372 ovos inteiros, 2940 gemas, 229 quilogramas de açúcar, 18 quilogramas de miolo de amêndoa, 45 litros de água e 360 gramas de canela.

A certificação por parte do Guinness chegou com a confirmação da superação do objetivo – o Dom Rodrigo atingiu 125,4 quilogramas. Com a embalagem típica, chega aos 126,7 quilogramas.

Na apresentação da iguaria ao público, na inauguração da 32ª Feira Concurso Arte Doce, a 26 de julho, discursaram o Presidente da Região de Turismo do Algarve, João Fernandes, e a Presidente da Câmara Municipal de Lagos, Maria Joaquina Matos, que se mostrou «orgulhosa das doceiras que contribuíram para valorizar um dos maiores tesouros gastronómicos do Algarve e do concelho».

Depois de desembrulhado, o doce foi oferecido e degustado por todos os visitantes do certame.

Esta iniciativa surgiu na sequência da candidatura do Dom Rodrigo ao concurso 7 Maravilhas Doces de Portugal, da RTP1. A final distrital terá lugar no dia 16 de agosto, e quem pretender votara no doce lacobrigense pode fazê-lo através do número 760 107 136 (0,60 euros + IVA).

A 32ª edição da Feira Concurso Arte Doce apresentou uma nova imagem e um espaço mais amplo, contando com milhares de visitantes que puderam apreciar o que de melhor a doçaria do Algarve tem para oferecer, tendo ainda à sua disposição stands de artesanato, tasquinhas, a presença do Baixo Alentejo como região convidada, degustação de vinho e novos sabores da gastronomia da região.

A animação ficou a cargo de vários artistas que passaram pelos dois palcos do recinto, com destaque para David Fonseca, Raquel Tavares e Agir que aqueceram as noites de verão naquele que é o fim-de-semana mais doce de Lagos e do Algarve.

Tendo sido o primeiro evento do género a surgir no Algarve, a Feira Concurso Arte Doce premeia anualmente várias categorias a nível da doçaria da região.

Este ano, a organização introduziu duas novas categorias – Doces de Inovação e Decoração de Stand – como forma de modernizar a experiência de participantes e visitantes. Os premiados da edição de 2019 foram os seguintes:

Concurso Arte Doce  – Tema Obrigatório (O Vinho)

1º Prémio –  Cantinho Doce da Fernanda

2º Prémio –  Lucília Norte Baptista

3º Prémio –  Pastelaria Doce e Arte

Concurso Arte Doce – Tema Livre

1º Prémio – Lucília Norte Baptista

2º Prémio –  Bolo Doce – Doçaria Regional, Lda.

3º Prémio –  Doces da Filipa

Concurso Qualidade na Tradição 

Melhor Doce fino: Luísa Mariano 

Melhor D. Rodrigo: Bolodoce – Doçaria Regional do Algarve

Melhor Morgado: Sandra Santos

Melhor Doce de Figo: Cantinho Doce da Fernanda 

Prémio Doces de Inovação:

Munchi 

Prémio Melhor Decoração de Stand:

Miminhos da Lucinda